28.01.2020 | 12h10


DISPUTA AO SENADO

DEM define calendário interno e pede para que Mauro fique neutro

A Executiva estadual do partido se reuniu na noite de segunda-feira (27), no Palácio Paiaguás. Governador não deve declarar a apoio caso aliados confirmem candidatura.


DA REDAÇÃO

A Executiva estadual do Democratas (DEM) se reuniu na noite de segunda-feira (27), no Palácio Paiaguás, para definir o calendário interno para eleição suplementar ao cargo de senador, que será realizada no próximo dia 26 de abril, e sobre a posição do governador Mauro Mendes caso haja mais de um candidato da base.
Participaram do encontro além de Mauro; o presidente do diretório estadual e suplente de senador Fábio Garcia; o ex-governador Júlio Campos; o senador Jayme Campos; o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho; o suplente de deputado federal Adriano Silva; e outros correligionários.

Ao , Júlio Campos explicou que foi aberto um prazo para que os democratas, que tenham interesse em disputar a eleição, se manifestem oficialmente ao diretório até o dia 14 de fevereiro.

Dia 17 do mesmo mês, a Executiva irá se reunir para escolher um dos nomes. Ele disse que até o momento, além dele, há outros dois nomes que são cogitados a concorrer à vaga: o líder do governo na Assembleia, deputado Dilmar Dal Bosco e um empresário da baixada cuiabana, nome mantido em sigilo.

Os democratas definiram que a convenção partidária do partido será realizada no dia 11 de março. No encontro será definido se a sigla lançará candidatura própria ou irá coligar com postulante de outro partido.

Apoio do governador

Júlio Campos disse que durante a reunião no Palácio, os democratas pediram para que Mauro Mendes r se mantenha neutro, caso haja mais de um candidato da base concorrendo ao Senado.

Ele cita que em 2018, na eleição geral, o DEM esteve em um arco de aliança de 11 partidos, sendo que dois deles há possíveis candidatos, como o PDT com o vice-governador, Otaviano Pivetta, e o PSD com o ex-vice-governador e candidato derrotado na última eleição ao Senado, Carlos Fávaro.

“ Pedimos para que caso a nossa aliança de 2018 tenha vários candidatos, como caso do Pivetta que é o nosso vice-governador do Estado pelo PDT, o nosso aliado Carlos Fávaro do PSD, que foi candidato a senador e que deseja repetir, ou outro companheiro para que o Mauro permaneça neutro para liberar seus amigos a apoiar quem deseja, porque não é justo colocar o governador em uma situação constrangedora”, disse.

Em entrevista à imprensa na última semana, o Mauro Mendes comentou que vai aguardar a definição de quem será candidato à eleição para manifestar seu apoio.

“Não posso dizer quem vou ou não apoiar porque não sei ainda quem serão os candidatos. Na hora que firmar as candidaturas, terminando o prazo para registro, dois ou três dias depois, vou ter posição clara se vou apoiar alguém, ou se vou ficar neutro, ou apoiar todo mundo, ou não apoiar ninguém”, afirmou. Leia mais

 











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Manuel Revelles  29.01.20 17h56
Aqui na região do Araguaia, temos 2 Mato Grosso, um antes de Julio Campos ser Governador (eramos esquecido pelo Governo de Cuiabá, e viviamos dependente de Goias), o outro após 1986 depois do Governo do Dr.Julio, em 4 anos as nossas Estradas foram asfaltadas, as nossas cidades com agua, energia, escolas e postos de Saúde, além da participação do Araguaienses na administração publica em Cuiabá. Por isso, aqui o nome para Senador é JULIO.

Responder

0
0
Roberto Schinaider  28.01.20 16h04
Sem duvida alguma, o nome mais conhecido e forte do DEM para disputar a vaga de Senador, é o do Dr.Julio José de Campos, cujos serviços prestados aos Mato-grossenses, é imensuraveis e de grande valia.Quando mudei para MT ha mais de 30 anos atras, este estado era pobre e esquecido, depois que o dr.Julio assumiu o Governo em 1983, este estado progrediu,prosperou e hoje é um dos mais importantes do Brasil.

Responder

1
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO