21.02.2017 | 08h08


QUER RGA

Adevair Cabral insiste em aumento de salário para vereadores

O vereador por Cuiabá argumenta que não tem aumento há quatro anos e que independente do quanto recebe, todos têm que ter reajuste


DA REDAÇÃO

Mesmo após o Legislativo Municipal ter arquivado o projeto que previa aumento salarial de vereadores, prefeito e vice-prefeito, por notificação do Ministério Público do Estado, o parlamentar Adevair Cabral (PSDB) tem insistido no reajuste.

“Somos iguais perante todos os servidores. Se outras categorias podem e devem ter reajustes nós também temos o direito”,  disse o vereador ao .

Adevair Cabral argumenta que há quatro anos o salário dos vereadores não tem reajuste. Para ele, independente do quanto ganha, todos devem receber ajustes salariais anualmente. 

Cabral reclama que o salário de vereador, que atualmente é de R$ 15 mil, no final das contas o valor líquido recebido, segundo ele, não chega a R$ 10 mil.

“A RGA [Revisão Geral Anual] é um direito de todo servidor e eu sou a favor de receber os reajustes”, disparou o vereador.

O vereador tucano ressalta que “a verba indenizatória que era de R$ 25 mil, passou para R$ 15 mil e hoje está em R$ 9 mil, o que é insuficiente para fazer os trabalhos nos bairros”.

Sobre a defesa da RGA para outras categorias o vereador garante que sempre esteve à frente dos trabalhos em pról dos direitos do trabalhador e apóia as reivindicações de todas categorias. 

Negativas

A notificação do MPE, enviada à Casa, em dezembro, pelo promotor Roberto Turin, contestava que a aprovação do reajuste não respeitava o prazo de 90 dias antes do pleito eleitoral. Leia mais AQUI.

Outro ponto decisivo para que a Câmara abrisse mão da correção de 25% no salário, aprovada na última legislatura, foi a repercussão negativa do projeto. Nas redes sociais, a população fez diversas manifestações contrárias à decisão, devido às complicações que o reajuste pudesse causar no momento de crise vivido no país.

Diante de todos os contratempos, a Câmara decidiu prorrogar a discussão, desta forma, os novos reajustes só devem ser discutidos a partir de 2020, portanto entrará em vigor para o pleito de 2021/2024.

Relembre o caso:

A aprovação do projeto ocorreu em sessão extraordinária realizada em dezembro de 2016.

Reajustado, o salário dos vereadores chegaria a R$ 18,9 mil.

Os parlamentares defendiam o reajuste, alegando que era inferior à inflação de 30% em 2016.

O aumento foi aprovado no dia 27 de dezembro por 14 votos a sete.

Veja quem votou a favor e contra o aumento:

 

A favor:

Chico 2000 (PR)

Adevair Cabral (PSDB)

Dilemário Alencar (PROS)

Mário Nadaf (PV)

Professor Néviton (PRB)

Oseas Machado (PSC)

Paulo Araújo (PSD)

Renivaldo Nascimento (PSDB)

Ricardo Saad (PSDB)

Wilson Kero Kero (PSL)

Lilo Pinheiro (PRB)

Macrean Santos (PRTB)

Marcus Fabrício (PTB)

Juca do Guaraná (PT do B). 

Contra:

Adilson da Levante (PSB)

Onofre Júnior (PSB)

Leonardo Oliveira (PSDB)

Toninho de Souza (PSD)

Domingos Sávio (PSD)

Arilson da Silva (PT)

Alan Kardec (PT).

Ausentes:

Faissal Kalil (PSB)

Lueci Ramos (PSDB)

Maurélio Ribeiro (PSDB).

Obs: O então presidente da Câmara, Haroldo Kuzai, não pôde registrar voto, no entanto, disse ser contrário ao reajuste.











(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Aninha  21.02.17 15h51
Se não está satisfeito com o salário de vereador é só renunciar o mandato e voltar pra sala de aula, ninguém tá te obrigando a ficar. Com certeza vai ser mais útil pra sociedade dentro da sala de aula.

Responder

0
0
JEFERSON MATOS  21.02.17 12h16
Reeleição é um câncer que tem que ser curado: não reelegendo ninguém. Isso é que dá reeleger vereadores. Defendem propostas sem noção, impopulares... Vereador não tem uqe ser remunerado. Trabalhe de dia em emprego normal e a noite compareça a Câmara Municipal.

Responder

7
0
Teka Almeida  21.02.17 11h52
Meu Deus!!!! não sei o que dizer, enquanto o PSDB estadual luta para não pagar a RGA aos seus servidores, o mesmo partido, PSDB municipal esperneia para receber a RGA... Melhor procurar trabalhar, mostrar serviço, fazer leis que beneficiam a sociedade cuiabana, pois já recebe muito pelo NADA que faz.

Responder

5
0
Joel  21.02.17 09h29
Vereador cuide de trabalhar apresente emendas e projetos, justifique o salário que já recebe que não é pouco pelo que faz.

Responder

7
1
Matéria(s) relacionada(s):

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER