12.02.2020 | 16h24


PODERES / VEJA O VÍDEO

Abílio chama Toninho de Souza de ‘capacho pau mandado’

Comissão de Ética aprovou, por unanimidade, relatório que pede a cassação de Abílio por quebra de decoro


DA REDAÇÃO

Vereador Abílio Júnior (PSC) acusa o vereador Toninho de Souza de ser “capacho pau mandado do prefeito”. As declarações foram feitas após a aprovação de um relatório na Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Cuiabá, na manhã desta quarta-feira (12).

Por unanimidade, a Comissão de Ética, composta pelo presidente Toninho, relato Ricardo Saad (PSDB) e vereador Vinicyus Hugueney (Progressista), aprovou o relatório que pede a cassação de Abílio por quebra de decoro parlamentar.

“Que vergonha Toninho de Souza. É um capacho, foi usado na CPI do Paletó e vem fazer esse cenário, pra que? É capacho pau mandado. Pau mandado do prefeito”, disse Abílio, após a votação.

Abílio alega que o avanço do processo de cassação é devido a uma perseguição à oposição do prefeito.

Veja o vídeo

Leia também: Comissão de Ética da Câmara aprova relatório favorável à cassação de Abílio

A Comissão apontou como abuso de autoridade a invasão ao Hospital São Benedito e um vídeo onde Abílio acusa outros vereadores de o ameaçar de morte, sem provas.

Leia mais: Huark e mais dois confessam esquema de R$ 5 milhões no São Benedito

Abílio e sua defesa comentaram que a Comissão disse que as atitudes dele no São Benedito foram ilegais para descredibilizar a Operação Sangria - que apura fraudes da saúde a partir de denúncias da Comissão de Saúde Da Câmara. “Se a atitude de Abílio foi ilegal, a operação Sangria também e assim eles salvam o prefeito”.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO