27.02.2020 | 07h55


OPINIÃO / WILSON SOARES FUAH

Realidade não é um carnaval

Devemos estar preparados para aceitar as mudanças, pois as pessoas mudam

Devemos estar preparados para aceitar as mudanças, pois as pessoas mudam, assim como os ventos mudam de direção.                        

Mas, infelizmente alguns vivem condicionados e fazerem acordos para  ser personagem de  modelos sociais impostos         

Todo dia embarcamos sem quer em alguma forma de mudança, às vezes em nosso nome ou em nome de alguém, cada dia é um novo recomeço, mas apesar de tudo ser novo, devemos guardar nas bagagens imaginárias os melhores momentos das nossas vidas, porque vivemos num mundo em que tudo pulsa e os momentos são os verdadeiros alimentados das nossas emoções.                         

Em nossas voltas estão cheias de novas mensagens e sinais espalhados pelos nossos caminhos, o importante saber ouvir a voz que vem dos nossos corações e sentir que a realidade nos diz que nada é casual, as respostas vão sucedendo, pois tudo tem uma razão de ser e estar, nada acontece por acaso    

Em algum lugar do seu futuro tem um tesouro a sua espera, que pode ser um pequeno sorriso ou apenas alguém lhe desejando um bom dia, mas poder ser também a realização de um objetivo ou um reencontro de um relacionamento perdido.     

Não importa se são tesouros aparentemente perdidos ou escondidos, o importante é saber que eles estão a esperar por aqueles que acreditam que a vida é feita de pequenos e grandes milagres, e principalmente para aqueles, que há muito tempo sabem que os milagres são internos, porque ninguém viver a sua vida por você. Aquilo que acostumamos chamar de rotina, na verdade está cheia de novas propostas e oportunidades de conquistas.      

Nesse mundo grupal, as pessoas estão deixando de serem elas mesmas, só pelo desejo de ser aceitas ou ser politicamente correta, e pensam que para serem aceitas, basta vivem dando respostas que os outros querem ouvir. Dar antes de receber é uma das virtudes mais maravilhosa que existe, mas dificilmente encontramos pessoas que comungam do mesmo princípio.                

Além do nosso mundo interior, existe também um mundo exterior e paralelo, que nos transforma em senhor dos nossos sonhos e donos das nossas vontades, e por não ter uma vida própria, muitos preferem andar em círculos.       

Não projete o seu viver na individualidade, por que pessoas que te amam,  formam elos de reconhecimento das suas conquistas e dessas emoções nasce satisfação plena de viver, veja se nas suas comemorações existem pessoas presentes além de você, porque sozinho ninguém é feliz.

Wilson Carlos Fuáh é especialista em Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
08.04.20 10h09 »  Cuiabá 301 anos
08.04.20 09h43 »  Mais do que nunca, estamos juntos!
08.04.20 07h55 »  Home office – Vantagens e Desvantagens
08.04.20 07h55 »  A verdadeira crítica
08.04.20 07h55 »  O efeito da crise
08.04.20 07h55 »  'Coronavoucher'
07.04.20 08h12 »  Áreas públicas
07.04.20 08h10 »  Leva tempo, mas vale à pena
07.04.20 08h05 »  Pandemia e pandemônio
07.04.20 07h59 »  Raízes cuiabanas

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO