12.11.2019 | 07h55


JOÃO PEDRO MARQUES

Não tenho porque temer

Quem acredita que o movimento, feminino do ELE NÃO, fariam o mesmo em favor do Lula?

Lula livre, também seus companheiros, parece que vai se instalar o caos no país, o país vai virar um caldeirão fervente ao ponto de transbordar o ódio da esquerda, quanto da direita.

Não consigo enxergar este futuro no país, embora grande parte, torça para que isto aconteça, de ambos os lados.

Se analisarmos as eleições para presidente, dá para concluir que, grande parte, foram votos antagonistas, da esquerda, quanto da direita.

Poucos a favor por simpatia a Haddad e o mesmo ao Bolsonaro, estamos assistindo um esvaziamento, tanto da esquerda quanto da direita.

Hoje há manifestos, contra as decisões que são tomadas no Congresso e no STF,que são recebidas pela maioria da população;como atitudes em desfavor do Brasil, estes manifestantes não tem partido, lutam por um Brasil melhor, são em grande parte os mesmos que votaram em Bolsonaro e no Haddad.

Quem acredita que o movimento, feminino do ELE NÃO, fariam o mesmo  em favor do Lula?

Quem acredita que a grande maioria dos brasileiros que estavam adormecidos, irão ignorar os males que a esquerda produziu no Brasil?

Na saída de Lula da prisão, vimos os mesmos, se manifestando, em pequenos números, o apoio ao mestre da corrupção no Brasil, vimos na sua maioria a turma do MST, que hoje, não faz medo a ninguém, onde estão os sindicatos, tão poderosos antigamente, que hoje estão quebrados sem poder de articulação, pois, nem seus membros, acreditam neles.

Quanto a possibilidade de virarmos um Chile, não acredito, pois, estamos vendo mudanças em varios setores, a iniciar pelos índices de avaliação do Brasil, no Chile, eles convivem com este modelo de governo há mais de 40 anos, poucas mudanças foram feitas para mudar os rumos do país, era aquele velho ditado: Em time que está ganhando não se mexe, este é um erro.

No Chile, uniram-se a esquerda e a direita, para manifestarem a sua indignação da situação em que vivem.

Não acredito em manifestações violentas, isto não é a índole dos brasileiros, pode ocorrer, mas de vándalos    infiltrados, que serão combatidos energeticamente, pois os tempos mudaram e os governadores também, combater a violência nos dias atuais ganha simpatia dos eleitores.

Acredito que teremos um certo aconchego da população brasileira, na tolerância, entre ambas as partes.

Lula não tem mais o poder de convencimento de tempos atrás, isto ficou demonstrado na última caravana que ele fez pelo Brasil, onde foi enxotado em varios estados, hoje mais ainda perdeu suas forças, seus arrufos de ódio, não tem mais espaço nos ouvidos da grande maioria dos brasileiros.

Acredito que o Brasil está mudando e para melhor, mesmo com erros...essa é a minha opinião.                          

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
14.12.19 07h55 »  As mudanças são necessárias
14.12.19 07h55 »  Ação Criança Feliz
14.12.19 07h55 »  Sua empresa está segura?
14.12.19 07h55 »  Dicas para vender mais
13.12.19 08h34 »  Pai
13.12.19 08h28 »  Nossos demônios
13.12.19 08h26 »  MP 897 e 899
13.12.19 08h22 »  O 'Caixa 2' é um crime contra a democracia
12.12.19 08h35 »  Uma Honoris Causa e um Notório Saber
12.12.19 08h32 »  Etanol: momento e futuro

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO