05.04.2020 | 08h00


OPINIÃO / PRI PREVIATO

Missão de quarentena

Tornar o closet mais versátil

Ainda no tema quarentena, afinal quem consegue ficar 10 minutos sem buscar saber informações que possam nos auxiliar em relação a pandemia que estamos enfrentando? E quando buscamos auxilio, temos várias frentes para isso, as informações reais, dados científicos, algo que contribua seja de forma física ou psicológica.

Assim, novamente venho afirmar a importância de mantermos uma rotina mesmo em home office, e nessa rotina devemos incluir horários e sim, o vestir.

Isso não significa que estou te convidando a colocar um terno e um salto alto, não. Você pode e deve sim, estar de forma mais confortável em casa, até porque, com certeza não tem toda a estrutura física na qual dispõe o seu local de trabalho.

 

Porém, o que vestimos, de certa forma, e de forma muito intensa domina nosso cérebro, de maneira que passamos a agir de acordo com o que estamos usando. Se passamos o dia todo de pijamas, o nosso corpo tende a achar que pode descansar.

Essa teoria tem nome “Cognição Indumentária”, a qual nos afirma que podemos despertar o nosso corpo e fazê-lo entender que deve produzir mesmo estando em casa.

Além da influência, seja positiva ou negativa, que o vestir e as cores que usamos têm em nosso humor e autoestima. Priorizando cuidados com a imagem que reflete no espelho, estamos evitando mais um descontentamento nessa fase difícil, e quando se faz as pazes com ele, reforçamos nossa autoconfiança, passamos a reconhecer mais nossas qualidades, refinamos nossa capacidade de superação, deixamos de nos abalar facilmente, e passamos a ser mais coerentes em relação a pensamentos e atitudes.

Dito isso, te convido a aproveitar o seu tempo mais tranquilo em casa e se dedicar ao seu closet, assim, auxiliaremos nossa autoestima tanto na quarenta quanto, deixando-a mais preparada para o “pós isolamento”.

A ideia de tornar o seu guarda-roupas mais versátil exige a prática do autoconhecimento e um mergulho em si mesmo, muito propicio para o momento atual. Te convido a analisar suas peças, no sentido de entender porque algumas são tão usadas e outras não, quais as características que as classificam nesses grupos.

Após isto, vamos fazer o seu guarda-roupas trabalhar de forma positiva para você. Inicie com a mentalidade de que para um closet ser versátil, é necessário que a proporção de 5x1, ou o mínimo de 3x1. Como assim? Simples, preciso (ANTES DE COMPRAR, porém, antes tarde do que nunca então vamos fazer isto agora) verificar para cada peça, no mínimo três combinações peças que já tenho. Assim inicie com sua peça preferida, coloque-a em cima de sua cama, e monte 3 looks com ela, e nessa hora não vale pensar na t-shirt branca com a calça jeans. Vamos trazer possibilidades para as roupas que já temos.

Outra dica importante é criar conexão entre as peças. Como? Com terceiras peças, um camisa branca, uma camisa jeans, entre outras peças conectivas. Fique bem e se puder fique em casa.

PRI PREVIATO é Consultora de Estilo e Imagem

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
02.06.20 07h56 »  Compulsão alimentar e as emoções
02.06.20 07h53 »  O Brasil está prestes a explodir
02.06.20 07h51 »  A fatura de 1930 - 1
02.06.20 07h00 »  A luta contra o envelhecimento
01.06.20 07h13 »  Educação online: um passaporte para o futuro
01.06.20 07h13 »  Gestores públicos em Mato Grosso
01.06.20 07h13 »  Reunião Ministerial
01.06.20 07h12 »  Saber ler, saber escrever, já!
30.05.20 09h10 »  Saindo do controle
30.05.20 09h01 »  Dia Mundial da Energia

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO