03.03.2012 | 08h55


JUARES SILVEIRA SAMANIEGO

Manutenções periódicas evitam trajédias



A obrigatoriedade das inspeções e manutenções prediais está sendo discutida na Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado Federal, em caráter terminativo, por meio do Projeto de Lei 491, que determina a inspeção prévia e periódica em todo e qualquer tipo de construção – exceto barragens e estádios de futebol –, de autoria do senador Marcelo Crivella. A medidada que é simples e deve tornar-se lei, evitará trajédias como as ocorridas neste início de ano no Rio de Janeiro e em Santo André, quando pessoas foram vítimadas pela falta de um profissional habilitado acompanhando uma obra ou mesmo realizando a manutenção das estrututas existentes.

O correto em toda construção é existir uma manutenção preventiva, acompanhada por profissional competente, evitando assim a deteriorização da estrutura. Em manutenções e reformas o engenheiro detecta se existem falhas estruturais, vício construtivo ou outro problema e passa para a correção. Nesse aspecto é importante que a sociedade se conscientize da importância da contratação destes profissionais. Eles são a garantia de um trabalho com qualidade.

Hoje, todos estão preocupados com as condições dos prédios, especialmente os mais antigos, que precisam de manutenção periódica com a presença de um responsável técnico e é obrigação dos proprietário. Essa prevenção evitaria desastres, salvaria vidas.

A importância de haver legislação específica para estabelecer normas à manutenção predial ficou evidente. Com a existência de leis que obriguem proprietários a fazerem manutenção predial de tempos em tempos, com laudo pericial, dará também aos Creas a abertura de cobrar esse documento. Hoje o Crea fiscaliza o exercício profissional em reformas e construções e, no caso de uma lei como essa seria possível cobrar também a execução de laudos de manutenções periódicas.

O Projeto de Lei do senador, apresentado em agosto do ano passado, também visa que as inspeções sejam feitas a cada cinco anos em construções com mais de 30 anos, independente de seu uso, residencial ou comercial. Defendemos que a vistoria seja feita por profissional especializado, com registro no Sistema Confea/Crea, para avaliar as condições técnicas do edifício e orientar quanto ao que precisa ser feito para garantir a segurança da edificação e de seus habitantes. Atitudes simples que evitariam trajédias.

Juares Silveira Samaniego - Presidente do Crea-MT

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
21.09.19 07h55 »  Brasil x Queimadas
21.09.19 07h55 »  Paulo Freire
21.09.19 07h55 »  Advogado não precisa de privilégios
21.09.19 07h55 »  Turismo
20.09.19 08h14 »  Cassação de Selma é patifaria contra a Lava Jato
20.09.19 07h55 »  Plante esta ideia
20.09.19 07h55 »  Impunidade
20.09.19 07h55 »  A importância da ciência
20.09.19 07h55 »  Setembro Amarelo
19.09.19 08h32 »  Centro Histórico de Cuiabá

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER