22.05.2020 | 14h01


OPINIÃO / JOSÉ WENCESLAU Jr

Energia – a faísca do progresso

Atualmente, Mato Grosso exporta energia elétrica para outros estados sem cobrar nenhum imposto.

Imaginar os tempos atuais sem eletricidade é inconcebível, pois ela é sinônimo de progresso, prosperidade e bem-estar, além de ser o ponto determinante para o desenvolvimento da sociedade.

Portanto, para retomarmos o desenvolvimento da nossa economia o mais rápido possível, depois da pandemia causada pela Covid-19,  uma das medidas sugeridas é a isenção de tributos na energia elétrica para indústrias instaladas em Distritos Industriais, em diversas regiões do estado.  Desta forma, esses locais se tornariam atraentes para a instalação de empresas.

Atualmente, Mato Grosso exporta energia elétrica para outros estados sem cobrar nenhum imposto. Essa negociação torna outras unidades federativas mais prósperas para investimentos de grandes indústrias, deixando nosso estado sem competitividade, com isso perdemos milhões de reais em investimentos, e centenas de postos de trabalho.

Nestes casos vale bem, aquele ditado: “a grama do vizinho é mais verde."

Mato Grosso tem uma das tarifas de energia mais caras do país, devido ao ICMS cobrado, sendo que, desde os anos 90, ele é autossuficiente na geração de energia. Nos últimos dez anos, ainda triplicou sua capacidade de produção.

O centro urbano é quem ganha, pois veículos pesados não vão circular pelas vias principais, e sim, pelos Distritos, reduzindo a poluição ambiental e sonora - garantido a segurança no tráfego de veículos.

Com mais indústrias, vamos conseguir a tão sonhada verticalização, e manufaturar os produtos produzidos em Mato Grosso, no próprio estado, com preços competitivos.

E o consumidor  também ganha com os produtos fabricados aqui, pois serão vendidos mais baratos.

A Fecomércio-MT, representante maior do segmento de bens, serviços e turismo em Mato Grosso, atua buscando corrigir esse erro na política energética, em dar mais um passo rumo à superação dessa fase tão difícil para todos.

José Wenceslau de Souza Júnior é comerciante há 40 anos, e está como presidente da Fecomércio, Sesc e Senac em Mato Grosso. Email: presidência@fecomerciomt.org.br

 

 

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
29.05.20 08h34 »  Auto exercício de imagem
29.05.20 08h32 »  Coronavírus e o meio ambiente
29.05.20 08h29 »  Saindo do controle
29.05.20 08h25 »  O outro lado do que não são
28.05.20 08h32 »  Abuso infantil não é brincadeira
28.05.20 08h30 »  Covid-19
28.05.20 08h28 »  Em se plantando tudo dá
28.05.20 08h26 »  VLT e a saúde
27.05.20 11h52 »  Zelo com dinheiro público e competência na Pandemia
27.05.20 07h41 »  Caso fortuito ou força maior e Covid-19

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO