21.01.2020 | 07h55


ROMILDO GONÇALVES

Dengue não é doença

A dengue é hoje uma questão de saúde pública extremamente séria

Dengue não é doença! Dengue é nua e cruamente falta de higiene de uma sociedade humana mal educada, mal informada que ainda não sabem o que é viver em sociedade civilizadamente, ai incluso a incompetência dos gestores públicos meio pataca, de mundo e de pensamento altruísta.

Como se sabe a infestação e proliferação desse male é causado pelo mosquito Aedes aegypti, no meio ambiente tendo como principal causa a falta de higiene da sociedade humana e da responsabilização do poder público via gestores meio pataca, que não cumpre e nem zela pela sua missão.

A dengue é hoje uma questão de saúde pública extremamente séria, no país inteiro, porém, paradoxalmente é previsível e evitável, mas? Por falta de gestão e de cuidados básicos no viver e conviver em sociedade, permite-se que estes insetos proliferarem em ambientes sujos, abandonados mal cuidados...

Estamos vivendo um momento de grande possibilidade de proliferação desenfreada desse inseto causador da dengue chamado Aedes aegypti em área de concentrações humanas em 2020, ainda esquecidos pelo agentes públicos.  Como se sabe o verão quente e chuvoso chegou e com ele as condições ideais para que isso ocorra novamente naturalmente.

Mas afinal o que Dengue? Dengue é uma enfermidade causada pelo vírus arbovrius, originada no sudeste asiático, que vem causando epidemias mundo afora. Na década de 50 uma pandemia de dengue ocorreu no sudeste Asiático e espalhou-se pelas regiões tropicais. 

Intensificando nos últimos 20 anos, mundo afora, proliferando rumo ao Sul do Pacifico, África Oriental, Ilhas Caribenhas, América Central e América do Sul, especialmente pela falta de políticas públicas sustentáveis para combater a proliferação desse mal.

Como se sabe os principais hospedeiros são os vertebrados, dentre eles os seres humanos, o vírus apresenta manifestações clinicas da infecção em períodos de viremia de aproximadamente sete dias.

Atualmente, a dengue arbovirose é a mais comum e atinge o ser humano, de maneira direta sendo responsável por cerca de 100 milhões de casos=ano, infectando pessoas mundo afora.

O vírus da dengue é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti! O ovo desse animal pode permanecer por até quatrocentos e cinquenta dias em estado de latência na natureza antes de eclodir e dar origem a um novo ser.

Como se sabe dengue também pode significar melindre, derretimento, afeminação. Porém, no caso em tela é desleixo no duro do poder público e de uma sociedade humana mal educada que ainda não conseguiu conviver em comunidades especialmente urbana.

Embora seja uma enfermidade primitiva, ocorrendo desde tempos idos, cientistas e pesquisadores ainda não conseguiram criar uma vacina, um antígeno, uma profilaxia eficiente capaz de deter este inseto...

Hoje o que ainda se vê pelo mundo são hospitais cheios de gente infectada com essa primitiva enfermidade chamada dengue, causando um sério problema de saúde pública.

Como a dengue se manifesta nas pessoas? Normalmente os sintomas mais comuns são dores musculares, evoluindo para febre, eruptiva, infecciosa, aguda...

O que fazer para evitar a proliferação deste mosquito? Com praticas simples como limpar: praças, logradouros públicos, remover água parada, fazer controle fitossanitário em ambientes que concentram focos do inseto, esse é o primeiro passo para evitar a proliferação.

Vale ressaltar que: se o poder público e sociedade cumprissem as regras do jogo, se responsabilizando por seus direitos e deveres certamente poderíamos viver melhor e com mais qualidade de vida, não é mesmo?

ROMILDO GONÇALVES é biólogo e professor da UFMT.

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
20.02.20 07h55 »  Reforma tributária nacional
20.02.20 07h55 »  Cuidado...
20.02.20 07h55 »  Solidariedade: um caminho para a Paz
20.02.20 07h55 »  BR-163, tributo a persistência
19.02.20 07h55 »  Eles vivem?
19.02.20 07h55 »  Herança Digital
19.02.20 07h55 »  De Bong Joon Ho a Paulo Guedes
19.02.20 07h55 »  Mulher guerreira?!
18.02.20 08h21 »  Seja um super-herói
18.02.20 08h18 »  Centro cultural sul-americano

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO