19.09.2012 | 08h44


MARIA LYGIA DE BORGES GARCIA

Carta à presidente Dilma



Na primeira mão a que esta carta deverá chegar, acredito e espero que seja levada à Presidente aguerrida e Corajosa que é V.EXCIA. Não vai aqui nenhum interesse de bajulação. Tenho oitenta e cinco anos de idade, para mim, nada mais requisito. 

A Ferrovia – FICO - audacioso empreendimento cujo traçado irá trazer um seguro incentivo e beneficio a um dos setores produtivos de grãos do centro oeste, é reconhecida como tal e como tal, aplaudida. 

Não venho, por esta, arbitrar, venho opinar e também indagar como cidadã ainda, graças a Deus, com faculdade de conseguir raciocinar: -PORQUE excluir CUIABÁ da rota do desenvolvimento se a FERRONORTE iria até LUCAS DO RIO VERDE onde faria um casamento perfeito com a FICO? 

Dizem por aqui, que, como foi feito a vez primeira, o poder econômico e político está se articulando, pelas beiradas dos Órgãos federais necessários, para conseguir apoio a uma nova divisão do Estado de MATO GROSSO. 

Estancaram a FERRONORTE. Projetaram uma outra ferrovia cujo projeto foi apresentado ao embaixador da Rússia que fez em Cuiabá um tempo de pouso, tempo suficiente para tomar conhecimento do traçado na nova ferrovia. 

As evidências ficam encobertas pelas teias engendradas, não se ouvindo nenhuma elucidação, estando o povo cuiabano á intenção. 

O Governador Silval Barbosa, quando inquirido, disse pretender dar continuidade a FERRONORTE, mas, pelo tempo que terá de mandato, será um feito de super-homem. E a verba para o hercúleo feito? 

A nova divisão do Estado deixa no silêncio os que deveriam usar seus palanques adquiridos pela votação popular, inclusive pelo eleitorado da Capital,para manifestação sobre o assunto. 

Os desejosos da divisão anteveem mais Senadores, mais Deputados, órgãos diversos, sem se molestarem à certeza de que seria onerada de forma substanciosa os cofres públicos, prejudicando assim,não só o Poder Central,como sagrariam automaticamente o povo que,sem apelo, pagaria também a conta. 

Uma grande regressão sofreia o CENTRO GEODÉSICO DA AMÉRIC DO SUL.

Em questão de logística, Cuiabá, recebe e leva produtos de consumo para toda a população cada vez mais crescente até os povos do Sul e oeste da Amazônia. 

Em CUIABÁ já existe estrutura de um DISTRITO INDUSTRIAL que fora planejado e implantado (com a preocupação até com a incidência dos ventos para não poluir a cidade) e funciona hoje na transformação dos produtos primários em produtos de consumo, em larga escala. 

CUIABÁ é o portal da Amazônia. 

Sou amazonense e vejo também os gaúchos se aclimatarem muito bem neste Mato Grosso, social e principalmente no plano econômico. 

"Somente uma palavra sua e Cuiabá será salva”! 

...Forte indício do desejo de poucos que já prepararam teias fortes, para concretizarem suas ambições pessoais. 

Somente sua interferência, como disse, poderá salvar Cuiabá da exclusão ao desenvolvimento, e assim suas oitocentas mil pessoas. 

Hoje, a esperança de um futuro melhor existe principalmente dos jovens de famílias de baixa renda que aguardam oportunidades. O Poder Público está-lhes dando, através da educação, a base da esperança. Porém precisarão da oferta de mercado compatível com suas profissões. 

Se Cuiabá for excluída do tão almejado desenvolvimento, o que está sendo investido para atender aos reclamos dos jogos de 2014, será sem o retorno compatível com o desenvolventíssimo gerador de elevação de nível de vida da população e a oferta maior de trabalho não virá, resultando assim, no maior apelo á drogas e à violência, incentivadas pela enorme frustação. 

Todos acreditamos que os trilhos da FERRONORTE passando por Cuiabá e seguindo o seu destino, traria sim, o aceleramento do progresso para a região. 

Desejando que continue firme no seu posto, com saúde e coragem, aqui, FICO!

Atenciosamente, 

*Maria Lygia de Borges Garcia é escritora, viúva do ex-governador Garcia Neto.


A redação do RepórterMT não se responsabiliza pelos artigos e conceitos assinados, aos quais representam a opinião pessoal do autor.

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
18.02.20 08h21 »  Seja um super-herói
18.02.20 08h18 »  Centro cultural sul-americano
18.02.20 08h15 »  44 anos depois
18.02.20 08h12 »  Não atrair problemas já afastados por Deus
17.02.20 08h32 »  Lábios dos Sonhos
17.02.20 08h30 »  Na contramão da história
17.02.20 08h28 »  Os elefantes e a Megafauna
17.02.20 08h24 »  Choque de realidade
16.02.20 07h55 »  Paz, oração e vigilância
16.02.20 07h55 »  Pressões Ambientais Transformadoras

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO