18.10.2019 | 07h55


LICIO MALHEIROS

Best-seller

Os livros têm importância singular na vida das pessoas

Os livros têm importância singular na vida das pessoas. Para o autor, representa um filho, pois dedica a ele, um tempo considerável, na busca de informações, pesquisas sistêmicas, com relação ao tema proposto.

A dedicação ao mesmo se dá de forma intensa, para que, cada detalhe seja observado e respeitado, dentro dos parâmetros que o tema em questão exige.

A palavra livro vem do latim liber, um termo relacionado com a palavra árvore. Partindo para o popular, um livro é um conjunto de folhas de papel ou de qualquer outro material semelhante que, encadernadas, formam um volume. 

A valorização do autor de um livro é algo inconteste, pois o mesmo, através de muita luta e determinação, consegue abordar um tema, que ajudar a nortear e direcionar a população e comunidade, em busca de soluções e melhorias em seu cotidiano, pois a leitura, além de informar, acaba criando nos cidadãos maior consciência, tornando-os seres críticos e conhecedores da realidade do um País.

Neste momento, quero parabenizar uma cuiabana de chapa e cruz, a  professora Elizabeth Soares de Almeida Justiniano, uma batalhadora incansável, que dedicou e, continua dedicando sua vida em prol da educação.

Não satisfeita, à mesma resolveu lançar seu primeiro livro intitulado “Análises de Resultados e Intervenção Pedagógica, Programa Nacional de Alimentação Escolar PNAE-MT/Brasil”.

O lançamento acontecerá no dia 16 de outubro, no Teatro Zulmira Canavarros (AL), a partir das 19h15min; coincidentemente, a data de lançamento ocorrerá no dia em que se comemora o Dia Mundial da alimentação.
 

A autora do livro em questão tem  curriculum invejável, Doutora em Educação (Ações Pedagógicas e Desenvolvimento Sócio Educativo, pela Universidade de Valencia-Espanha) (2017), Pós-graduação, Mestra em Educação Cultura, Sociedade e Meio Ambiente pela  Universidade  Federal de Mato Grosso (2003).

A mesma detém larga experiência em projetos na área de Educação, com ênfase em Questões Ambientais Educacionais e multidisciplinaridade, vou parar por aqui, pois se for continuar declinando o restante da sua formação, tornar-me-ei prolixo.

O livro em questão surgiu, a partir de estudo, embasado na busca de melhoria do Programa Nacional de Alimentação Escolar-PNAE-MT-Brasil, a partir de uma educação alimentar e nutricional que pudesse oferecer contribuição significativa para a execução do Programa de Alimentação Escolar (PNAE-MT), através da visualização dos problemas /limitações encontrados na execução do programa.

Isso foi possível mediante analises das respostas que os gestores, pais, estudantes e técnicos em  alimentação (manipuladores),  descreveram durante as pesquisas pontuadas, no desenvolvimento deste trabalho.

Em síntese, o livro em questão aborda com propriedade a alimentação, que é fator primordial na rotina diária da humanidade, não apenas por ser necessidade básica, mais principalmente porque a sua obtenção tornou-se um problema de saúde pública, uma vez que o excesso ou falta podem causar doenças.

A questão alimentar é importantíssima, uma vez que, o Programa de Alimentação escolar foi criado em 1954 pelo MEC conforme artigos 205 e 208, inciso VII, Constituição Federal de 1988, no final do Governo Vargas, este é um dos mais antigos programas de suplementação alimentar em execução no país.

O objetivo da criação deste programa é garantir aos pré-escolares e escolares, na faixa etária dos 7 a 14 anos, o atendimento de 15% das suas necessidades nutricionais diárias.

Quem quiser obter maiores informações a respeito do tema em questão, terá que ler o livro, que traz em seu bojo uma série de nuances com relação ao tema, Programa de Alimentação Escolar.      

Licio Antonio Malheiros é geógrafo.

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
14.11.19 10h43 »  Acidentes caseiros depois dos 60 anos
14.11.19 07h55 »  A fantástica evolução dos ruminantes
14.11.19 07h55 »  Costumes cuiabanos I
14.11.19 07h55 »  Dia Mundial do Urbanismo
14.11.19 07h55 »  Como então fazer a prevenção?
13.11.19 08h23 »  O mais democrático dos poderes
13.11.19 07h55 »  Expectativa coletiva
13.11.19 07h55 »  Não é suficiente instruir apenas
13.11.19 07h55 »  Mundo novo, novo mundo
13.11.19 07h55 »  O STF e o VAR

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO