14.12.2019 | 07h55


WILSON SOARES FUAH

As mudanças são necessárias

Devemos preparar os nossos pensamentos para aceitar cada mudança que acontece todos os dias

As grandes mudanças são sempre recheadas de resistências e quando elas são realizas por necessidade, podem ser mais traumatizante.

Porém, são mais prazerosas quando se concretizam de forma planejadas e na possibilidade de viabilizar  novos rumos e novas conquistas.

 

Pior é zerar as possibilidades de mudança pelo simples fator do comodismo, e permanecer na mesmice, posicionando antecipadamente acreditando que nada dará certo.

Mesmo diante dos resultados que são aparentemente mais fácil, ficar a reclamar do que é possível mudar e não dar o primeiro passo, fatalmente as oportunidades não ficarão a esperar por você, abrace todas os leques de opções que vida lhes proporciona a cada amanhecer, e busque a mudança para o melhoria do crescimento e conquistas.

Devemos preparar os nossos pensamentos para aceitar cada mudança que acontece todos os dias, pois nada continua exatamente igual. Tudo se transforma com o tempo, principalmente em nós mesmo, a cada aniversário encerra e inicia novos ciclos, dependendo do seu entendimento, por isso devemos estar preparados para aceitar e entender o enfraquecimento do corpo e a fortificação da alma.

Ao fim do clico das células, são retratado o envelhecimento da pele; a diminuição das forças dos músculos provoca a lentidão dos reflexos. Mas muito sofrem por não entender que a vida é formada de etapas e a cada fim do dia encerra parte uma etapa e ao amanhecer inicia outra.

Tentar minimizar o poder da insatisfação contra o envelhecimento faz parte do crescimento mental, porque a vida é formada de quadros que registram os instantâneos das transformações das nossas figuras.

As pessoas são mais felizes quando passam a entender que cada idade tem a sua beleza e não adianta lutar contra as transformações, pois não somos donos do tempo.

O corpo é apenas a vestimenta da alma, e como as roupas também envelhecem e às vezes saem de moda, mas algumas pessoas são escrava do seu próprio corpo e passam a vida cuidando do corpo e esquece-se de alimentar a alma, até um dia entender que na academia da alma os índices são alcançados pela busca da fé e pelo curriculum das boas ações.

As pessoas são mestras em assumir conclusões precipitadas e por isso, transformam em reprodutoras de equívocos, com isso perdem etapas por não assumir os próprios erros evolutivos. O importante é saber administrar aquilo que conhecemos e prudente com aquilo que ainda não conheceu, pois ninguém vive no futuro.

Pela vida encontramos pessoas que especializam em reclamar de tudo e de todos, aqueles que vivem buscando defeitos nas realizações dos outros se esquecem de construir a sua própria obra.

Wilson Carlos Fuáh – É Especialista em   Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas.

Fale com o Autor: wilsonfua@gmail.com

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
18.01.20 07h55 »  Regras de transição
18.01.20 07h55 »  Saúde mental
18.01.20 07h55 »  Beleza sem medo
18.01.20 07h55 »  MP 910
17.01.20 08h29 »  Fim da Escola Nilo Póvoas
17.01.20 08h26 »  Retalhos
17.01.20 08h25 »  Nova Poconé
17.01.20 08h21 »  Por Mato Grosso, pelo Brasil
16.01.20 08h33 »  Governo na contramão
16.01.20 08h30 »  Importância do cadastro positivo

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO