23.05.2019 | 15h00


JONES MARTINHO

A gente não quer só poesia, música. Queremos um lar

Existem próximo de 6.000 crianças para serem adotadas no Brasil segundo dados do CNA

Fiquei indignado com a repercussão negativa, especialmente de setores e personalidades, como o  advogado, acadêmico e escritor  Eduardo Mahon, que possuem forte poder de influência social e em nenhum momento da história se ocuparam do assunto adoção. Até onde minhas pesquisas ontem e hoje puderam demonstrar, talvez esteja equivocado, e desde já peço desculpas.  

Existem próximo de 6.000 crianças para serem adotadas no Brasil segundo dados do CNA - Conselho Nacional de Adoção, ligado ao CNJ; e 43 mil pessoas na fila para adotar. A conta não fecha, pois as pessoas que se candidatam a adoção geralmente querem crianças brancas  entre 0 e cinco anos de idade. As demais estão em abrigos, sem autoestima, sem referencia familiar e sem qualquer tipo de perspectiva... sonhos, pois a cultura da adoção no Brasil é essa. 

Palavras como: expostas como mercadoria, como gados ou escravos; prejuízo a auto estima, traumas psicológico, ilegalidade; devem ser utilizadas contra o sistema que está posto há anos e que, repito, essas personalidades nunca se manifestaram. 

O que essas crianças querem, ai posso dizer com conhecimento de causa, é um lar que lhes proporcionem autoestima, afeto, carinho e sonhos, que já não existem mais, desde o dia em que foram abandonadas. Se por alguns momentos um desfile é como se um sonho se realizasse, onde a maldade?

Eu gostaria e muito de assistir um recital no escritório do senhor Mahon e levar minhas filhas para contar a ele e aos seus amigos bem posicionados  sobre a vida delas, antes e depois de serem adotadas. Talvez motive a ele mesmo e outros a adotarem e assim, podermos, sonhar com o dia em que juntos veremos o fechamento dos abrigos de crianças e adolescentes no Brasil 

Jones Martinho é Jornalista e pai adotante

Os artigos assinados são de responsabilidade do autor, não apresentando, portanto, a opinião do site ReporterMT.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.


Confira também nesta seção:
17.08.19 07h55 »  Da República de Bananas
17.08.19 07h55 »  Jesus e Seu Pai
17.08.19 07h55 »  Repeito entre autoridades
17.08.19 07h55 »  Democracia
16.08.19 09h05 »  Abuso de autoridade
16.08.19 07h55 »  Como não defender armas
16.08.19 07h55 »  FEX novo e a Lei Kandir
16.08.19 07h55 »  O novo também envelhece
15.08.19 08h38 »  O cocô do presidente
15.08.19 08h34 »  Semáforos

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER