alexametrics
10.07.2020 | 16h25


NACIONAL / VEJA O VÍDEO

Vereador é filmado em 'arraiá' com várias pessoas: 'Viva o coronavírus'

Vídeo mostra quando o político entra no meio da roda de um grupo dançando quadrilha e todos celebram juntos. Nenhuma das pessoas que aparecem na gravação usava máscara. Por nota, Thiago Maggioni pede desculpas 'àqueles que se ofenderam pela brincadeira'.



O vereador Thiago Maggioni (PSDB), de Jataí, no sudoeste goiano, aparece em uma gravação narrando uma dança de quadrilha durante uma festa junina. Na gravação é possível ouvir quando ele diz: “Viva o coronavírus”. Nenhuma das pessoas que aparecem na gravação usava máscara.

Por meio de nota, o parlamentar disse que foi uma brincadeira, mas pede desculpas “àqueles que se ofenderam”

Segundo o político, a festa foi em uma fazenda em Serranópolis, que faz divisa com Jataí, também no sudoeste de Goiás. A celebração ocorreu no último final de semana, nos dias 4 e 5 de julho.

A gravação mostra várias pessoas vestidas com roupas usadas tradicionalmente em festas juninas, todas de mãos dadas. Elas formavam um círculo e se uniam ao comando do vereador.

“Viva essa ‘muiézada’! Viva o coronavírus, meu povo!”, ovaciona o político enquanto ainda não aparecia na imagem. Em seguida, ele entra no meio da roda e diz: “Viva o Thiago! Pode vir, pode vir!”.

Serranópolis proíbe eventos

O decreto mais recente publicado pela prefeitura de Serranópolis prevê multa de R$ 1,5 mil ao responsável pelo imóvel que abrigar qualquer tipo de evento com aglomeração de pessoas.

O uso da máscara também é obrigatório no município, sob pena de multa de R$ 150 a quem não estiver com o acessório fora de casa. Caso o item de proteção esteja no pescoço, bolso ou mão, a multa deve ser de R$ 250.

Fazendo valer as normas previstas no documento, a prefeitura informou que deve multar o vereador e os demais envolvidos que tenham desrespeitado alguma das normas do decreto.

Medidas contra o coronavírus em Jataí

Na cidade de Jataí, onde o vereador cumpre seu segundo mandato, também foi determinado, por meio de decreto, multa de R$ 5 mil para que for flagrado organizando festas ou promovendo aglomeração. O valor pode ser dobrado em caso de reincidência.

O documento também prevê multa de R$ 200 para quem for flagrado sem máscara, cujo uso é obrigatório.

Ao G1, a Câmara de Vereadores de Jataí informou, em nota, na tarde desta quinta-feira, que "trata-se de um episódio de natureza pessoal, cabendo ao parlamentar em questão manifestar-se a respeito". Afirmou ainda que, "caso seja aberto eventual processo ético-disciplinar, respeitando-se todos os princípios constitucionais, o plenário se manifestará oficialmente"

Veja o video aqui











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime