alexametrics
01.12.2012 | 07h14


NACIONAL / TECNOLOGIA

Vendas do iPhone 5 no Brasil devem começar até o dia 15

Somente as operadoras deverão oferecer o produto.



 As operadoras de telefonia do país deverão oferecer o iPhone 5 -mais recente versão do smartphone da Apple, lançada nos Estados Unidos em setembro- em suas lojas antes do Natal.

A chegada do aparelho ao mercado brasileiro deve ocorrer até o dia 15, a tempo de aproveitar uma semana completa de vendas antes da data comemorativa, segundo apurou a Folha.

O conector do iPhone 5, menor do que o das gerações anteriores do celular da Apple, em evento de apresentação do novo modelo.

Num primeiro momento, somente as operadoras deverão oferecer o produto. As empresas de telefonia negociaram com a Apple nos últimos dias os detalhes finais para o lançamento no país.

No varejo, as negociações com a fabricante continuam em andamento. A próxima semana seria o prazo-limite para fechar os pedidos de compra do produto, a tempo de colocá-lo à venda ainda antes do Natal.

Segundo um executivo de uma grande rede, diante disso, "é difícil" que o produto esteja nas gôndolas de supermercados e outros varejistas até o dia 25. "As operadoras têm prioridade no lançamento porque é a chance de vender os aparelhos vinculados a um plano [de telefonia]", diz.

Oficialmente, a Apple ainda não anunciou a data de lançamento do iPhone 5 para o Brasil.

Ontem, a fabricante norte-americana divulgou as datas de início da venda do iPhone 5 e do iPad mini na China, seu segundo maior mercado.

O smartphone e o tablet chegarão ao país asiático nos dias 14 e 7, respectivamente.

O iPhone 5 foi homologado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) em setembro. A medida autoriza a venda dos dispositivos no mercado nacional.

Nesta semana, a agência também homologou os novos tablets da marca -iPad mini e iPad 4- para venda no país. A expectativa, porém, é que esses aparelhos só cheguem às lojas brasileiras no próximo ano.

OUTRA FREQUÊNCIA

Entre as novidades da mais recente versão do smartphone da Apple, está a tela maior (quatro polegadas) e um processador mais potente que o do modelo anterior.

Um dos principais destaques do aparelho, a navegação móvel de alta velocidade pela rede 4G, porém, não estará disponível para os usuários brasileiros.

Isso porque o novo aparelho da Apple não é compatível com a frequência reservada no país para a internet de quarta geração.

Enquanto no Brasil a frequência utilizada será a 2,5 GHz, os celulares da marca americana funcionam somente em redes de frequência de até 1,9 GHz..











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime