08.05.2019 | 09h23


BARBÁRIE

Pai prende filha de 3 anos na cadeirinha e ateia fogo no veículo

Martin Pereira estava em uma disputa judicial pela guarda de Zoey Pereira com a mãe



Um crime bárbaro deixou em choque a cidade de Nova York, Estados Unidos. Um pai colocou a filha dentro do carro, a prendeu na cadeirinha, trancou e ateou fogo no veículo. Segundo informações da polícia, Martin Pereira estava em uma disputa judicial pela guarda de Zoey Pereira com a mãe.

Segundo testemunhas, o pai jogou gasolina e colocou um vasilhame com líquido inflamável no banco de trás. A polícia ainda investiga se ele também tentou se matar, pois, uma pessoa viu o suspeito sair em chamas do carro e o ajudou com um cobertor.

Neste momento, os bombeiros chegaram e o pai fugiu. A equipe tirou a menina de dentro do carro, mas ela não resistiu às queimaduras e morreu no hospital. Martin foi encontrado em um parque só de cuecas tentando encontrar água para diminuir a dor. Em seguida, também foi encaminhado ao hospital.

Segundo o jornal NY Post, ele foi preso e está sob custódia da polícia enquanto se recupera. “Ele matou um bebê. Queimou ela viva. Isso não é um ser humano, é um animal. Covarde”, disse uma tia da menina à publicação.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER