05.07.2020 | 10h53


NACIONAL / COVID-19

Número de óbitos no Brasil estabiliza nas últimas cinco semanas



Nos primeiros sete dias de junho (31/5 a 6/6), foram registradas 7.096 mortes em todo o país por coronavírus. Já entre os dias 28 de junho e esse sábado (4/7), o total de falecimentos foi de 7.195.

Em um levantamento realizado pelo Metrópoles, verifica-se que a média de óbitos nas últimas cinco semanas ficou em 7 mil. Ou seja, embora em um patamar alto, houve uma estabilização do número de mortes registradas no país.

São muitas vidas perdidas, mas a estatística aponta para um ambiente de possível queda de óbitos em território nacional. O fenômeno ocorreu em outros países: primeiro estabilizou-se o número de mortes e, depois, observou-se a redução de vítimas fatais.

Casos confirmados

Enquanto as mortes se mantêm estáveis, os diagnósticos têm curva crescente. Nas mesmas cinco semanas, o Brasil viu passar de 175.055 casos entre 31 de maio e 6 de junho para 284.011 entre 28 de junho e 4 de julho. Ou seja: em pouco mais de um mês, observou-se um acréscimo de 62,2% nos registros semanais.

 

Os dados mostram que, se a curva de casos confirmados seguiu uma vertiginosa linha para cima, a de mortes ficou praticamente estável no período verificado.

Cenário no DF

No Distrito Federal, a evolução das mortes por coronavírus permanece estável há duas semanas. Foram 133 mortes entre os dias 21 e 27 de junho e 134 casos fatais entre 28 e 4 de julho. Entre os dias 14 e 20 de junho, os óbitos registrados foram de 111.

O DF, no entanto, registrou variação da primeira semana de junho em comparação com a primeira semana de julho. Nos primeiros sete dias do mês passado, 46 pessoas morreram em decorrência das complicações por Covid-19. Nos últimos sete dias, o registro de mortes foi quase três vezes maior.

Com relação à quantidade de casos, o DF apresentou estabilidade por duas semanas. De 14 a 20 de junho, foram 10.279 pessoas diagnosticadas com a doença. Entre os dias 21 a 27 do mesmo a mês, a variação foi pouca: 10.528. O número de infectados voltou a apresentar crescimento significativo nos últimos sete dias (de 28 de junho a 4 de julho): 12.994.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO