18.02.2020 | 08h43


NACIONAL / VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Mulher tem corpo queimado por ex após se negar a fazer sexo

Segundo a polícia, o suspeito ameaçou a vítima, tentou estuprá-la e, posteriormente, ateou fogo. Ela foi socorrida por moradores



Uma mulher de 21 anos de idade teve o corpo queimado, em Olinda, e o principal suspeito de ter praticado o crime é o ex-companheiro dela, de acordo com a Polícia Civil. A corporação informou, ainda, que o homem teria tentado manter relação sexual com a vítima antes de atear fogo ao corpo dela.

O crime ocorreu na noite da quinta-feira (13) e foi divulgado pela Polícia Civil nesta segunda-feira (17). O caso foi registrado no bairro de Caixa D'água e, segundo a polícia, a mulher foi ameaçada pelo ex-namorado, que a obrigou a ir ao barraco onde ele morava.

No local, ele tentou estuprá-la e, diante da resistência da vítima, a agrediu. Posteriormente, pegou álcool, jogou contra o corpo dela e ateou fogo. A mulher foi socorrida por moradores da região e o homem fugiu do local. Ela foi levada para o Hospital da Restauração, no Centro do Recife.

O G1 tentou, mas não conseguiu obter informações sobre o estado de saúde da vítima, porque o nome dela não foi divulgado.

O crime está sendo investigado pela Delegacia de Peixinhos, também em Olinda. O delegado Vinicius Oliveira é o responsável pela apuração. O caso está sendo tratado como tentativa de homicídio.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO