22.05.2020 | 10h06


NACIONAL / "ANIMAL"

Motorista pede que passageiro coloque máscara e acaba agredido

Aos gritos de “você vai ver comigo!”, o homem deu vários socos no motorista e depois fugiu



Um motorista de ônibus de Ibirité, na região metropolitana de Belo Horizonte, foi agredido por um passageiro que se recusava a usar máscara dentro do coletivo. O caso ocorreu no sábado (16/05), em um veículo da linha 7070 (Terminal Ibirité/Durval de Barros), e foi denunciado pelo motorista.

De acordo com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), no início da manhã, o ônibus parou em um ponto e o passageiro tentou embarcar sem máscara de proteção. O motorista, Varlei Rezende, o alertou de que não poderia entrar no coletivo sem o item, que é de uso obrigatório, e foi atacado.

O passageiro discutiu com o motorista, argumentando que não desceria do ônibus por não poder se atrasar para o trabalho. Varlei tentou explicar mais uma vez a obrigatoriedade do uso da máscara, quando o passageiro se exaltou e partiu para a agressão. Aos gritos de “você vai ver comigo!”, o homem deu vários socos no motorista e depois fugiu.

Indignação

Varlei registrou uma denúncia oficial junto à PM, mas também falou sobre a agressão nas redes sociais. Em um post que já conta com milhares de compartilhamentos, ele relata: “Um passageiro veio me agredir por pedir ele para colocar a máscara, porque já é lei no comércio e principalmente no coletivo, aí fica minha indignação”.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

REMÉDIO POLÊMICO

Você tomaria hidroxicloroquina caso contraísse Covid-19?

Sim. O remédio está no mercado há 70 anos

Não. O remédio não tem comprovação de pesquisa para Covid

Não. Cloroquina é o remédio do Bolsonaro

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO