18.06.2019 | 09h49


ERRO MÉDICO

Menino morre após médicos indicarem resfriado em vez de sinusite

Em poucos dias, infecção se espalhou pelo cérebro do garoto.



Um menino de 13 anos morreu com uma infecção sinusal semanas depois de os médicos o mandarem para casa. O caso aconteceu em Michigan, nos Estados Unidos. Marquel Brumley se queixava de dores na cabeça e apresentava sintomas que parecia ser um resfriado, com tosse e coriza. Ao ser atendido pelos médicos, foram receitados medicamentos para tratar a infecção viral, mas não havia suspeita de sinusite.

Depois de o menino ter sofrido várias enxaquecas severas e ficar com o lado esquerdo do rosto inchado, os médicos realizaram ressonância magnética e descobriram que se tratava de uma infecção sinusal. O problema é que ela já havia se espalhado pelo cérebro, o que causou múltiplos coágulos sanguíneos, que levaram a derrames.

O menino precisou passar por uma cirurgia no cérebro para remover o pus e recebeu antibióticos intravenosos, uma vez que, com a cirurgia, não foi possível remover toda a infecção. Porém, Marquel não acordou da anestesia e teve a morte cerebral constatada.

O caso serve de alerta, pois muita vezes é difícil diferenciar uma infecção viral ou alérgica de uma infecção bacteriana, já que todas provocam sintomas semelhantes como tosse, dor no rosto e secreção nasal. Os médicos orientam a procurar atendimento sempre que um resfriado durar mais de cinco dias.

Sinusite

Sinusite é a inflamação das mucosas dos seios da face, região do crânio formada por cavidades ósseas ao redor do nariz, maçãs do rosto e olhos. Ela pode ser  aguda, quando os sintomas estão presentes por um período inferior a 12 semanas, ou crônica, quando o inchaço e a inflamação dos seios nasais estão presentes por mais de 12 semanas.

Como prevenir

A sinusite pode ser desencadeada por uma série de fatores de risco e, como tal, pode ser prevenida.

  • Evite locais com poluição e fumo de tabaco, que irritam as vias aéreas
  • Controle bem as suas alergias (aos ácaros, pólenes ou pelos de animais)
  • Não coloque os dedos dentro do nariz. As mãos podem estar contaminadas por microrganismos causadores de infeção
  • Se estiver num grupo de risco para a gripe, não se esqueça de tomar a vacina










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER