06.12.2019 | 16h16


VEJA O VÍDEO

Mãe pede cabeça de filho esquartejado de volta para enterro

Partes do corpo do adolescente estavam em um tambor em um 'ponto de desova



Roselaine Areco, mãe do adolescente Alex Ziole Areco Aquino, 14 anos, desaparecido desde o dia 23 de novembro,  afirmou que está  “destroçada”,  após a morte do jovem ser confirmada.

Ela fez um apelo aos assassinos do filho: “Devolvam a cabeça do meu filho”. Partes do corpo do adolescente estavam tambor encontrado nesta quinta-feira (5), Ponta Porã, distante 334 quilômetros de Campo Grande.

“Estou destroçada... Quero o pedaço que lhe falta, devolvam a cabeça. Quero Justiça, não vou perdoar e quero Justiça. Necessito encontrar, como vou enterrar?”.

Além disso, ela lembra que a família mora na fronteira há muito tempo e que está sofrendo muito com a morte de Alex. “Estamos todos destroçados, não merecemos, não somos família má, vivemos aqui há 40 anos”.

O caso

Alex foi sequestrado no dia 23 de novembro, em Ponta Porã, quando deixava uma festa de aniversário. O corpo dele foi encontrado ontem (5), esquartejado e sem a cabeça dentro de um galão de plástico no Rodoanel de Ponta Porã, nas proximidades da BR-463. Diana e Denise foram presas suspeitas de participação no crime, e o irmão delas, de 15 anos, foi apreendido.

Prisões

Brasileiro suspeito de sequestrar e matar o adolescente Alex Ziole, Genaro Lopes Martins se apresentou na manhã desta sexta-feira (6), na Promotoria Pública de Pedro Juan Caballero.

As informações são do jornalista local, Antonio Coca, para o MS em Foco. Segundo ele, Genaro negou participação no crime e disse que a mulher dele, a gestante Diana Clavel Pimentel Acosta, 24 anos, e a irmã dela, Denise Pimentel Acosta, 24 anos, que foram presas ontem à tarde, também não tem participação no crime.

O suspeito reconhece que o cunhado, um adolescente de 15 anos, brigou com a vítima dentro do banheiro da escola Calvoso, em Ponta Porã, mas diz que registrou boletim de ocorrência.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO