alexametrics
03.08.2013 | 08h54


NACIONAL / ATAQUE DE TUBARÃO

Mãe de vítima critica bombeiros: "torniquete salvaria minha filha"

Corporação afirmou que fez atendimento ágil e levou vítima para hospital em seguida



A mãe da Bruna da Silva Gobbi, morta após o ataque de um tubarão na praia de Boa Viagem, em Recife (PE), criticou o atendimento realizado pelos bombeiros após sua filha ser atacada pelo animal, no dia 22 de julho. Josete Silva afirmou que os agentes não fizeram um torniquete na perna da vítima para que ela não perdesse tanto sangue.

— Eles foram ágeis em tirar a Bruna da água, mas não fizeram um torniquete. Ela perdeu muito sangue até chegar ao hospital. Me pergunto se ela não poderia ter sido salva.

A direção do Corpo de Bombeiros informou que os agentes que atenderam Bruna realizaram um procedimento ágil e correto. A vítima foi levada para uma unidade de saúde mais próxima, segundo os bombeiros.

A mãe contou ainda que a filha e uma prima tinham marcado no dia anterior de ir para uma praia em Olinda e não da Boa Viagem. Ela afirmou que foi avisada por telefone sobre o acidente.

— Quando me ligaram eu pensei que ela estava em Olinda. A Bruna e a prima mudaram de percurso sem me avisa. Agora não sei o que vai ser da minha vida. Ela era um anjo nas nossas vidas e eu não me dei conta disso

Bruna da Silva Gobbi estava nadando antes do ataque do tubarão. Os bombeiros chegaram rapidamente para resgatar a vítima. Ela estava com uma prima e, segundo o Corpo de Bombeiros, a família foi alertada sobre o risco de entrar na água.

De acordo com os bombeiros, nessa época do ano, as chances de ataques aumentam devido a água estar turva.

Um vídeo mostra o momento em que a turistafoi atacada por um tubarão. Desde 1992, foram registrados 59 casos de ataque de tubarão no litoral da capital pernambucana e Grande Recife. Deste total, 24 banhistas morreram. Segundo o Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões, em junho, foi registrada uma morte em Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime