31.05.2020 | 10h35


NACIONAL / FEMINICÍDIO

Jovem morre atropelada em rodovia após armadilha do ex



A jovem Nayara da Silva, de 21 anos, morreu após sofrer um acidente e depois ser atropelada ao pedir ajuda no meio de uma rodovia no último dia 17 de maio, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Segundo a investigação, ela foi vítima de uma armadilha feita pelo ex-companheiro Márcio Manoel dos Santos, que armou o primeiro acidente após o casal terminar o relacionamento. As informações são do G1.

Nayara sofreu um acidente de moto na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega e morreu atropelada enquanto pedia ajuda. O veículo dela foi encontrado embaixo da defensa metálica do acostamento. Familiares informaram à polícia que o percurso que ela fazia era rotineiro e que a jovem sempre foi cautelosa na direção.

Com isso, policiais do 2º DP de Itanhaém passaram a investigar se a vítima tinha desavenças com alguém. Colegas do supermercado onde Nayara trabalhava informaram que ela havia relatado ter recebido ameaças do ex-companheiro.

Os investigadores efetuaram diligências para entender os fatos que antecederam o momento que ela teria caído da motocicleta. Durante a apuração do caso, os policiais encontraram uma câmera do monitoramento municipal captando a saída da vítima do supermercado, com um veículo cinza logo atrás.

A placa do veículo levou os policiais até José Maurício da Silva Pereira, amigo do ex-companheiro da vítima. De acordo com a polícia, ao chegar na residência de José Maurício, ele disse que já sabia porque estava sendo procurado.

Na delegacia, o dono do veículo contou que Márcio havia pedido o carro emprestado. Por volta das 18h do dia 17 de maio, eles saíram de um churrasco e foram até o supermercado em que a vítima trabalhava.

Ambos esperaram a vítima sair do supermercado e a perseguiram até a rodovia, onde Márcio jogou o veículo em cima da motocicleta que ela conduzia, causando a colisão dos veículos e fazendo com que ela sofresse um acidente. Eles fugiram em seguida e voltaram ao churrasco.

De acordo com o dono do veículo, o carro passou por conserto para ocultar o crime. A informação foi confirmada pela polícia com o mecânico que fez os reparos. Maurício foi indiciado e está preso. Márcio teve a prisão preventiva decretada e está foragido.

Ainda segundo a polícia, o motorista que atropelou Nayara não tem envolvimento com o crime. ele não conseguiu frear a tempo de evitar a colisão. A jovem veio a óbito no local.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO