28.02.2020 | 08h04


NACIONAL / TRIBUNAL DO CRIME

Jovem de 15 anos é torturado, decapitado e enterrado por facção

Corpo estava decapitado e apresentava sinais de tortura, com vários golpes de faca



Manaus – O corpo do adolescente Elias Emanuel Alves de Aquino, 15, foi encontrado enterrado na tarde desta quinta-feira (27), em uma área de mata, próximo ao Balneário do Velhinho, na invasão Monte Horebe, no bairro Lago Azul, zona norte de Manaus. Um dos suspeitos de participar do crime esteve no local e indicou o local exato onde o corpo estava enterrado.

Elias estava enterrado, decapitado e o corpo apresentava sinais de tortura com vários golpes de faca. A suspeita inicial, de acordo com a polícia, é que o adolescente foi executado pelo “tribunal do crime” de uma facção de Manaus.

Segundo informações da polícia, o adolescente estava desaparecido desde o dia 8 de fevereiro deste ano, após ter sido levado por três homens da casa onde estava. Um dos suspeitos de participar do crime, que não teve o nome divulgado, foi preso e indicou o local exato de onde o corpo estava. Ainda segundo o homem, o adolescente foi enterrado na última quarta-feira (26).

O corpo do adolescente foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). Equipes da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Departamento de Perícia Técnico-Científica (DPTC) e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM), estiveram no local para acompanhar a ocorrência. O caso vai ser investigado pela DEHS que vai identificar todos os envolvidos e a motivação desse crime.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO