alexametrics
08.12.2019 | 15h36


NACIONAL / TRAGÉDIA NA PISTA

Jornalista e assessora jurídica da Defensoria Pública de Goiás morrem em acidente

Edjer James Dias Mendes e Isadora da Silva Xavier morreram a caminho de Luziânia, onde atenderiam pessoas carentes da cidade. Duas defensoras que também estavam no carro ficaram feridas.



Os servidores Edjer James Dias Mendes, jornalista e radialista da Diretoria de Comunicação Social da Defensoria Pública de Goiás, e Isadora da Silva Xavier, assessora jurídica do Núcleo de Defensorias Especializadas de Aparecida de Goiânia, morreram em um acidente de carro na GO-010, entre as cidades de Luziânia e Vianópolis, neste sábado (7). Em nota, o órgão diz que os servidores estavam a caminho de Luziânia para atender pessoas carentes da cidade.

Mais dois membros da Defensoria Pública estavam no carro, a defensora Cristiana Maria Baptista Teixeira Conceição, que está internada no Hospital Samaritano, em Goiânia, e Cecília Dantas Ribeiro, que recebeu alta e está em casa.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o carro usado pelos servidores na viagem capotou por volta de 11h da manhã e bateu em uma árvore. Os funcionários que morreram ficaram presos às ferragens do veículo e foram retirados por equipe do Instituto Médico Legal, por volta de 13h.

O velório do radialista Edjer James Dias Mendes está marcado para às 22h deste sábado (7) no cemitério Parque Memorial de Goiânia e o sepultamento para às 11h de domingo (8).

O velório da assessora jurídica Isadora da Silva Xavier também está agendado para às 22h de sábado (7) no cemitério Jardim das Palmeiras, já o sepultamento não tem horário marcado, mas acontecerá no domingo (8), segundo informações da Defensoria Pública. 

O órgão afirmou que as providências necessárias para traslado dos corpos e amparo às famílias foram tomadas.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de Goiás "lamentou a morte do jornalista e radialista Edjer James Dias Mendes, ocorrida neste sábado, em decorrência de acidente de carro. À família, registramos o nosso mais profundo sentimento".

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), publicou nota de pesar em seu perfil oficial em uma rede social. "Os dois sempre honraram Goiás no exercício de suas funções. Que Deus conforte a todos nesse momento de dor. O Estado já presta todo apoio aos familiares das vítimas", disse.

Gustavo Mendanha (MDB), prefeito de Aparecida de Goiânia, lamentou profundamente a morte dos funcionários. "Peço a Deus que possa consolar e confortar as famílias e amigos neste momento de perda e de dor e que possa acolhê-los em sua morada eterna", escreveu em postagem em rede social.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime