10.09.2019 | 09h22


MINIMIZAR IMPACTOS

Governo vai mandar alertas sobre desastres via TVs por assinatura

O projeto, parceria entre o NDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), estende serviço que já é feito por SMS



Usuários de TVs por assinatura por todo o Brasil terão acesso a um sistema que emite alertas de risco de desastres naturais diretamente em seus aparelhos. O projeto, parceria entre o NDR (Ministério do Desenvolvimento Regional) e a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), estende serviço que já é feito por SMS.

Os estados do Paraná e de Santa Catarina receberam pilotos do projeto a partir de maio deste ano. Desde a última semana, o Rio Grande do Sul também passou a ser atendido, embora ainda em fase de testes.

O restante dos estados deve receber o serviço até o fim do ano, em diferentes fases. Espírito Santo, Rio de Janeiro e Minas Gerais começam a ser atendidos em 23 de setembro; em outubro, será a vez do estado de São Paulo; os estados das regiões norte e centro-oeste do país entram na lista em novembro; por fim, o nordeste será atendido a partir de dezembro.

"A ampliação dessa iniciativa é muito importante para aumentarmos o alcance dos nossos alertas. Assim, poderemos atingir um grau de resiliência maior. Esse é mais um instrumento para que possamos preservar vidas humanas e minimizar prejuízos econômicos decorrentes de desastres naturais", afirmou o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas.

Segundo a Anatel, o Brasil tem 16 milhões de assinantes individuais de TV paga. Assim como os avisos por SMS, o serviço informará previamente sobre a ocorrência de chuvas intensas, vendavais, deslizamentos e outros fenômenos naturais com potencial de riscos à população.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER