30.05.2020 | 17h17


NACIONAL / COMANDADA POR REGINA DUARTE

Governo federal propõe fechar a Cinemateca, diz colunista

A informação foi publicada, nesta sexta (30/05), pelo jornalista Ricardo Feltrin, do portal Uol: Regina Duarte é a atual gestora do local.



Ogoverno federal teria a intenção de fechar a Cinemateca, órgão responsável pela memória do cinema nacional, atualmente gerido pela ex-atriz global, Regina Duarte. A informação foi publicada pelo jornalista Ricardo Feltrin, do portal Uol.

A decisão teria ocorrido no final da tarde desta sexta-feira (29/05), em Brasília, durante reunião entre os representantes da secretaria especial da Cultura e Audiovisual e da direção da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp). Segundo Feltrin, o governo teria proposto a rescisão pura e simples do contrato com a fundação. O acordo, no entanto, vai até 2021. 

Caso de fato o local seja fechado, o destino de Regina Duarte é incerto. A ideia seria nomeá-la para algum cargo DAS (Direção e Assessoramento Superior) no valor de R$ 15 mil mensais. 

Sem plano para a memória audiovisual brasileira

Conforme apuração do colunista, os representantes da Acerp rejeitaram o rompimento do contrato e já acionaram o conselho administrativo para tomar medidas judiciais para cobrar uma dívida de cerca de R$ 11 milhões que o governo tem com a entidade (ainda referente a 2019).

Com o fechamento da Cinemateca, a fundação Roquette Pinto seria obrigada a demitir cerca de 150 funcionários — quase todos técnicos, e alguns com 40 anos de casa. Com os recursos esgotados, a associação não teria como pagar os valores de rescisões trabalhistas.

O governo ainda não teria apresentado nenhuma proposta sobre o que faria com as centenas de milhares de filmes e gravações que estão no acervo da Cinemateca.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO