08.10.2019 | 11h29


NÃO ACEITAVA O TÉRMINO

Ex-marido tenta matar mulher a facadas

Elaine Marinho do Nascimento, de 41 anos, recebeu oito facadas, sendo 6 no pescoço, uma na cabeça e uma na mão direita.



Uma mulher foi atacada e esfaqueada pelo ex-marido em sua casa, em Benfica, Zona Norte do Rio, neste sábado. Elaine Marinho do Nascimento, de 41 anos, recebeu oito facadas, sendo 6 no pescoço, uma na cabeça e uma na mão direita. Ela foi socorrida no hospital Quinta D'Or, em São Cristóvão, e recebeu alta na noite do mesmo dia. O ex-marido da vítima está desaparecido e foi indiciado por tentativa de feminicídio.
Elaine tinha saído com uma amiga na noite de sexta e as duas retornaram para a casa de seu pai em Benfica, onde está morando desde o término do relacionamento. Ela estava dormindo no sofá da sala quando foi atacada por Rodrigo Nascimento Silva. A Polícia Militar socorreu a vítima e a levou para o Quinta D'Or. Após receber alta, a mulher prestou queixa na 21ª DP, em Bonsucesso, também na Zona Norte. Ela pretende, ainda, levar o caso para a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) para tentar proteção judicial.  
 
"Eu senti a faca entrando no meu pescoço e dei um pulo. Meu dedo até cortou porque eu já acordei me defendendo do ataque e minha primeira reação foi de conferir se realmente era ele", contou Elaine.
 
De acordo com Erica de Souza, prima da vítima, o ataque foi motivado pela insatisfação do ex-marido com a separação e a faca utilizada no crime fazia parte do conjunto de talheres da vítima. Elaine e Rodrigo foram casados por 10 anos e têm uma filha de 5 anos juntos mas, depois do divórcio, o homem começou as ameaças. Ainda segundo Erica, há quatro meses o ex-marido tentou jogar Elaine de um viaduto. Depois do caso, ela conseguiu medida protetiva por três meses mas, assim que a proteção perdeu a validade, o agressor a atacou.
 
"Agora, ela está morrendo de medo dele, não consegue nem dormir. Depois de tudo isso, ela pensa: 'se ele já tentou me matar, não conseguiu e não vai para cadeia, porque ele não tentaria de novo?'", afirmou Erica, preocupada.










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER