09.07.2020 | 10h04


NACIONAL / ESTADO GRAVE

Estudante de veterinária é picado por naja e fica em estado de coma

Pedro Henrique está com insuficiência respiratória e, por isso, foi submetido à intubação.



Um estudante de medicina veterinária está em estado de coma em um hospital do Gama (DF), após ter sido picado por uma cobra do tipo naja na última terça-feira (7).

Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkul estuda medicina veterinária com ênfase em animais silvestres e exóticos. A cobra naja não é nativa do Brasil e a polícia ainda investiga como o animal teria chegado ao país. O animal foi localizado e capturado por policiais na noite desta quarta-feira (8).

No Brasil, apenas o Instituto Butantan, em São Paulo, tinha antídoto para o veneno desta cobra. Todas as doses foram enviadas para o Distrito Federal, e a família do jovem conseguiu comprar mais doses nos Estados Unidos. A nova leva de antídotos deve chegar ao Brasil nesta quinta-feira (9).

Pedro Henrique está com insuficiência respiratória e, por isso, foi submetido à intubação. O quadro é considerado grave. Ele está com ventilação mecânica e sonda.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO