24.02.2020 | 11h20


NACIONAL / ATENTADO NA FOLIA

Cinco pessoas já foram vítimas de agulhadas durante o Carnaval

Em 2019, mais de uma centena de pessoas foi vítima de agulhadas nas ladeiras de Olinda e no carnaval de rua de Recife



Pelo segundo ano consecutivo, foliões denunciam que foram vítimas de agulhadas durante os festejos de rua do Carnaval de Olinda, em Pernambuco. Até a manhã deste domingo (23), o Hospital Correia Picanço, localizado na Zona Norte do Recife, havia recebido cinco ocorrências. Entre os perfurados estaria uma criança.
 
A ilustradora Larissa Falcão denunciou o ataque nas ladeiras de Olinda. Segundo o relato compartilhado no Twitter, ela foi atingida na tarde deste sábado (22) de Carnaval. No hospital, conheceu outras vítimas com narrativas semelhantes. O crime aconteceu quando ela foi ao banheiro. A ação foi rápida e evitou que ela conseguisse identificar o suspeito.
 
"E eu não tava sozinha nem nada. Tava acompanhada, brinquei a manhã todinha e de tarde rolou isso. Agora já to melhor, mas meu psicológico não tá nada bem", contou a jovem na rede social.
 
Assim como outros atingidos, Larissa procurou o pronto-socorro, mas denunciou que foi recebida com desconfiança pela equipe médica. ""Eles perguntaram 3x se eu tinha certeza e se não tava bêbada". Após insistir para ser atendida, a ilustradora realizou um boletim de ocorrência e foi encaminhada ao Hospital Correia Picanço.
 
Exames emergenciais foram feitos e todos deram negativo para contaminações no caso de Larissa, que iniciou um tratamento preventivo com medicamentos oferecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

A Secretaria de Estadual de Saúde está apurando as ocorrências deste ano.

Registros em 2019

Em 2019, mais de uma centena de pessoas foi vítima de agulhadas nas ladeiras de Olinda e no carnaval de rua de Recife. A Secretaria de Defesa Social (SDS) informou que as investigações dos casos seguem na Delegacia do Rio Branco, no Bairro do Recife. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi identificado por retratos falados.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO