19.02.2020 | 14h53


NACIONAL / FÉ DEMAIS

Bispo de 8 igrejas evangélicas é preso por estuprar fiéis

Liderança religiosa chegava a passar "óleo ungido" nas partes íntimas das vítimas. Uma delas, de 13 anos, desenvolveu síndrome do pânico



Um bispo de oito igrejas evangélicas foi preso por cometer diversos crimes contra voluntárias e frequentadoras dos templos religiosos situados no Distrito Federal e em Goiás. Ele é suspeito de estuprar mulheres e adolescentes no Gama, Recanto das Emas, Cristalina e Goiânia.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), uma vítima de 13 anos teria procurado o líder religioso para pedir conselhos sobre sua orientação sexual. O abusador, então, respondeu indicando um “tratamento” que consistia em passar o que ele dizia ser óleo ungido nas partes íntimas da menina.

De acordo com investigadores da 27ª Delegacia de Polícia (Recanto das Emas), o bispo buscava a garota em casa e falava aos os pais que ela o ajudaria a resolver algumas questões relacionadas ao culto. Quando se certificava que estavam sozinhos, a despia e praticava o estupro.

Ele ainda teria pedido para que a adolescente lhe enviasse fotos nuas, pois precisava das imagens para orar por ela no monte. A vítima desenvolveu síndrome do pânico e, no meio do tratamento, contou ao profissional e aos pais a violência sexual sofrida.

O suspeito tem duas condenações por violação sexual mediante fraude. Os crimes foram praticados em 2014 e 2018 e ele responde aos processos em liberdade.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO