25.01.2020 | 09h02


DOENTIO

Adolescente de 14 anos é apreendido suspeito de estuprar prima de um ano

Criança está internada em hospital do município após passar por cirurgia.



Um adolescente de 14 anos foi transferido para um centro socioeducativo Manaus após ser apreendido suspeito de estuprar a prima, uma criança de um ano e seis meses, no município de Tefé, 523 Km distante de Manaus, na madrugada desta sexta-feira (24). De acordo com a polícia, a vítima estava em uma casa com o suspeito e a avó deles quando crime aconteceu. O bebê está internado em um hospital do município após passar por cirurgia.

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada de Polícia (DEP) de Tefé, João Batista Flores, o crime aconteceu na tarde de terça-feira (21), por volta das 16h30. Os pais da vítima saíram para fazer cobranças e deixaram a criança com a avó. A senhora dormiu e pediu para o adolescente reparar a criança, momento em que efetuou o ato sexual.

Após cometer o crime, ele acordou a avó, que notou que algo estava errado. O adolescente não chegou a fugir de casa. No local, ele alegou que a criança caiu da rede e se machucou. O jovem foi apreendido no mesmo dia do crime, por volta das 21h.

Ainda conforme o delegado, a criança foi encaminhada para a unidade hospitalar do município, onde passou por procedimentos cirúrgicos para reconstrução das partes íntimas. A criança continua internada e recebe atendimento médico.

Batista informou ainda que uma notícia falsa teria causado um início de manifestação da população em frente à Delegacia. Os moradores acreditavam que a vítima teria falecido e que o adolescente seria solto. A notícia foi desmentida, e a situação foi normalizada.

Após ser apreendido em Tefé, o adolescente foi encaminhado para Manaus, nesta sexta-feira (24), onde ficará internado em um centro socioeducativo.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO