25.10.2013 | 11h07


FERNANDO CORRÊA

Extra terá que indenizar dono de carro furtado no estacionamento

"Por ser a prestação de segurança e os riscos inerentes à atividade desenvolvida, a responsabilidade pelos danos causados aos bens ou à integridade física do consumidor é claramente dessas empresas”, disse o magistrado. A empresa vai ter que pagar R$ 17



Acostumados a se isentar da responsabilidade de zelar pelos veículos e pertences de clientes que ocupam estacionamentos privados, os empresários devem ajustar suas condutas. O Extra hipermercado terá que indenizar um advogado em R$ 17,2 mil por ter o carro e objetos pessoais furtados de dentro do estacionamento do estabelecimento.

O valor foi determinado a título de danos materiais e morais pelo juiz Emerson Cajango, responsável pelo Terceiro Juizado Especial Cível de Cuiabá. O magistrado registrou na sentença que “as empresas de grande porte que fornecem estacionamento visando comodidade e segurança aos seus clientes, têm por consequência o dever de guarda e vigilância, sendo responsável pelos danos ocorridos no interior de seu estabelecimento”.

Ainda segundo o magistrado, a segurança dos bens e a integridade física do consumidor é inerente à atividade comercial desenvolvida pelas empresas. “A criação de um ambiente seguro para a realização de compras tem como escopo induzir o consumidor a frequentar tais lugares, de forma a incrementar o volume de vendas. Por ser a prestação de segurança e os riscos inerentes à atividade desenvolvida, a responsabilidade pelos danos causados aos bens ou à integridade física do consumidor é claramente dessas empresas”.

De acordo com o depoimento de uma das testemunhas que estava com o cliente no hipermercado, o carro foi recuperado mais tarde sem danos. Entretanto, alguns itens não foram encontrados, dentre eles o celular, o notebook, uma máquina fotográfica e a frente do som do carro.

Na decisão, Cajango ressaltou ainda que a conduta do hipermercado foi reprovável ao não mostrar qualquer interesse em resolver o problema ocorrido, nem mesmo ressarcir o cliente de seu prejuízo. “Nesse contexto, têm-se presentes os requisitos da responsabilidade civil, quais sejam, a culpa, o dano e o nexo de causalidade, sendo imperiosa a reparação pelos danos morais causados”.

Como é um caso de difícil produção de provas robustas capazes de demonstrar o dano material sofrido pelo cliente, para chegar ao valor do dano material o magistrado usou a teoria da redução do módulo das provas. Dessa forma o magistrado adotou como parâmetro o preço de objetos novos para valorar o prejuízo sofrido, reconhecendo que os objetos furtados não eram novos e sofreram depreciação em decorrência do decurso do tempo. Finalmente, o valor total de R$ 4.465,18, foi reduzido pela metade chegando a R$ 2.232,59










(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Thaty  03.11.14 20h45
Ola, estou passando por isso tbm fui roubada no estacionamento de um supermercado roubaram objetos meus de dentro do carro, fiz boletm de ocorrenca e agora vou falar com o dono do supermercado pra faxe um acordo, cado nao tenha acordo estarei levando o caso na justica, estou passada com tudo isso

Responder

0
0
amanda de andrade  03.12.13 14h16
ESTA ACONTECENDO A MESMA COISA COMIGO ELES NÃO QUEREM ARCAR COM O MEU CARRO. ATRAVÉS DESTE ESPAÇO VENHO MOSTRAR MINHA TOTAL INDIGNAÇÃO COM O HIPERMERCADO EXTRA DA AVENIDA SÃO MIGUEL 962 SÃO PAULO. NO DIA 21.11.2013 AS 19:18 DEIXEI MEU CARRO DENTRO DO ESTACIONAMENTO DO EXTRA E FUI FAZER MINHAS COMPRAS APOS 40 MINUTOS SAI DO MERCADO COM AS MINHAS FILHAS E ESPOSO E FUI AO ESTACIONAMENTO PARA PEGARMOS NOSSO VEICULO AO CHEGAR NO ESTACIONAMENTO O VEICULO NÃO ESTAVA MAIS NO LOCAL O NOSSO CARRO FOI ROUBADO DENTRO DO ESTACIONAMENTO DO HIPERMERCADO EXTRA.AUTOMATICAMENTE ACIONAMOS A SEGURANÇA DO EXTRA LIGUEI NA DELEGACIA PREENCHEMOS UM MONTE DE PAPEIS DENTRO DO HIPERMERCADO QUE DIZ QUE A RESPONSABILIDADE É DO ESTACIONAMENTO QUE É TERCEIRIZADO ELES DIZEM QUE ELES DA SEGURADORA TEM QUE SE RESPONSABILIZAR DEIXAMOS NOSSO CARRO CONFIANDO NO HIPERMERCADO P0RQUE NINGUEM FALA QUANDO VAMOS COLOCAR O CARRO QUE O EXTRA NÃO SE RESPONSABILIZA, PREENCHEMOS OS PAPEIS E FOMOS PARA DELEGACIA FOI FEITO TUDO E A FACILITY COMPANY DIZ QUE APOS SETENTA E DUAS HORAS ELES ENTRARIAM EM CONTATO PARA TOMAR AS DEVIDAS PROVIDENCIAS HOJE JÁ É DIA 29.11.2013 E NINGUÉM ENTROU EM CONTATO CONOSCO EU DONA DO VEICULO QUE LIGO SEMPRE PARA CONVERSAR COM UMA MOÇA QUE DIZ ESTAR ANALISANDO AS IMAGENS PARA PODER ENVIAR A SEGURADORA E OS DIAS ESTÃO PASSANDO O DESCASO É IMENSO ELES NÃO DÃO SATISFAÇÃO E AGORA DIZEM QUE ESTÃO DE MUDANÇA E EU DEVO AGUARDAR TOTAL DESCASO MEU CARRO É O ÚNICO MEIO DE LEVAR AS MINHAS FILHAS PARA ESCOLA ISSO SEM CONTAR QUE FURTARAM LIVROS CAROS DA MINHA FILHA E NESSE MOMENTO ESTÃO FAZENDO A MAIOR FALTA E NÃO TENHO COMO ME LOCOMOVER SEM O CARRO E AGORA ESTOU GASTANDO COM TRÊS ÔNIBUS E MAIS AS CRIANÇAS SENDO QUE ESTOU DESEMPREGADA E SEM CONDIÇÕES DE COMPRAR UM VEICULO PARA ANDAR E ELES NÃO ESTÃO DANDO ASSISTÊNCIA NENHUMA NÃO QUERO NADA SOMENTE O QUE É MEU DE DIREITO E A DEVIDA ATENÇÃO QUE UM CLIENTE MERECE MINHAS FILHAS ESTÃO TRAUMATIZADAS NEM QUEREM IR A MERCADO MAIS COM MEDO DE LEVAREM AS COISAS DELA E QUEM DEVEMOS RESPONSABILIZAR SENDO QUE UMA EMPRESA DESSE PORTE DIZ QUE NÃO SE RESPONSABILIZA POR ESTACIONAMENTO E AGORA ELA ME LIGA E DIZ QUE ESTAMOS FORJANDO UM FURTO E DISSE QUE NÃO VÃO PAGAR O MEU CARRO ROUBADO DENTRO DO ESTACIONAMENTO DO EXTRA SÃO MIGUEL UM ABSURDO ESTOU DESESPERADA ME AJUDA PELO AMOR DE DEUS NÃO SEI A QUEM RECORRER VOCÊS SÃO OS UNICOS QUE PODEM ME AJUDAR.

Responder

0
0

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER