01.01.2020 | 14h16


GERAL / MADRUGADA DE RÉVEILLON

Uno bate em muro do Grande Templo e casal fica ferido; veja fotos

O carro ficou parcialmente destruído após a batida. O motorista e a passageira foram encaminhados para o Pronto-Socorro.


DA REDAÇÃO

O motorista de um Fiat Uno bateu o carro contra o muro do Grande Templo, na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, a Avenida do CPA, na madrugada desta quarta-feira (1º). A frente do carro ficou destruído após a batida.

Conforme informações de testemunha que esteve no local do acidente, o casal que estava no carro estaria discutindo, momentos antes da batida.

A passageira foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhada para o hospital.

Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para atender a ocorrência. Ao chegar no local, encontrou o motorista, que teve apenas um pequeno corte na cabeça. Ele foi levado  para o Pronto-Socorro pelo pai dele.

O motorista acionou o guincho para retirar o veículo do local.

O motivo do acidente e as identidades das vítimas não foram divulgados. O caso será investigado pela Deletran (Delegacia de Delitos de Trânsito).

Outro caso

Lourran Henrique Xavier Carvalho, de 19 anos, morreu após ter batido  o Saveiro Cross, que dirigia, contra o muro do Grande Templo, em novembro.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu da madrugada de sexta-feira (15) para sábado (17). Após ser desencarcerado das ferragens, Lourran foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O passageiro do banco da frente, identidade não revelada, ficou ferido. Leia mais

 

Galeria de Fotos:
Crédito: Caio Cordeiro
Crédito: Caio Cordeiro
Crédito: Caio Cordeiro










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO