24.03.2020 | 18h04


GERAL / ALERTA TOTAL

Transmissão do novo coronavírus em Mato Grosso já é comunitária

Em dois casos, registrados em Nova Monte Verde e Cuiabá, não foi possível descobrir a origem da contaminação


DA REDAÇÃO

Governo de Mato Grosso reconhece a transmissão comunitária do novo coronavírus (Covid-19) no Estado, ou seja, as autoridades de saúde não conseguem mais rastrear a origem da contaminação. Boletim divulgado pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, aponta sete casos confirmados nesta terça-feira, sendo que dois deles foram com contaminação comunitária, um em Nova Monte Verde e outro em Cuiabá. O último é de uma mulher de 32 anos de Nova Monte Verde, além dos cinco em Cuiabá e mais um em Várzea Grande, informados ontem.

A transmissão comunitária é considerada um estágio muito mais grave, pois o vírus está mais disseminado. Ela difere dos casos importados (quando uma pessoa adquire o vírus em viagens ao exterior) e da transmissão local (quando é contaminado por contato com alguém infectado e sabe quem é essa pessoa).

O Estado ainda investiga mais 269 casos, sendo que 13 pessoas estão internadas. Dos casos confirmados, apenas um paciente está internado, mas o secretário de Saúde afirma que não há complicações.

Cuiabá tem o maior número de casos suspeitos, totalizando 42. Em seguida aparecem Várzea Grande (29), Rondonópolis (27), Sinop (22) e Tangará da Serra (16).

Laboratórios

Além do Laboratório Central do Estado (Lacen), estão credenciados para fazer o exame do coronavírus os laboratório Carlos Chagas e o do Hospital Santa Rosa. Laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) de Rondonópolis já está em processo de credenciamento.

Com o aumento no número de casos suspeitos, o secretário de Saúde informou que a SES muda a metodologia de notificação. Até hoje, todas as suspeitas tinham que passar pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da SES. A partir de agora serão consideradas as notificações dos municípios. “Os Cievs dos municípios vão notificar como suspeito e vamos considerar esses números, porque deve avolumar o número de casos suspeitos e não dá para ficar fazendo aferição de todos”.

O secretário reafirmou que vai chegar o momento que apenas casos suspeitos graves é que serão testados para o coronavírus. “E estamos próximos”, alerta.

Figueiredo informou que há subnotificação e lembrou que a notificação de todos os casos é compulsória e os municípios ou hospitais que não fizerem a notificação, serão inclusive processados.

De estrutura, o secretário aponta que hoje já estão disponíveis 543 leitos clínicos e de enfermaria, além de 179 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender pacientes graves com coronavírus.

Informou ainda que o governo federal já está enviando um lote de insumos, com equipamentos de proteção pessoal.

E que o Estado criou o Pró-clinico, um comitê de emergência que vai reunir grandes especialistas da área da saúde, principalmente da infectologia, para dar suporte aos atendimentos nos hospitais, orientando as equipes médicas quando necessário.











(2) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Douglas  24.03.20 21h49
A gente fica confinado nos orgaõs publicos podendo contaminar e levar o virus para nossos pais. A cidade tem que ficar deserta por pelo menos 20 dias.Falam e 6 casos mais depois falam em transmissão comunitaria. Pelo que sei comunitaria é quando tem muitos casos e se perde o controle. Se é comunitaria tem que dispensar os servidores tambem.

Responder

7
3
Fenix  24.03.20 20h35
ALGUEM ESTA MENTINDO. PRIMEIRO AGORA A POUCO, EM.MENOS DE 1 HORA O PRESIDENTE VEM A PUBLICO DIZER QUE NÃO HA QUE SE PREOCUPAR COM O CORONA VIRUS QUE AQUI NO BRASIL DIFERE DA ITALIA, PRIMEIRO POR CAUSA DO CLIMA, DEPOIS POR CAUSA DA FAICA ETARIA. E AGORA VEM A IMPRENSA ALARMENDO DIZENDO QUE A CONTAMINAÇÃO EM MT JÀ ALCANCOU O CUNHO COMUNITARIO. QUE PALHACADA É ESSA? QUEM TA LUCRANDO COM ISSO? VOU PROTOCOLAR UMA DENUNCIA NO MP E NO MPF PARA QUE ISSO SEJA APURADO. SE O PRESIDENTE EATA TENTANDO CAMUFLAR VERDADES SOBRE ESSE TAL CORONA VIRUS. OU SE OS LIDERESDESTE ESTADO ESTAO QUERENDO CRIAR TEMPESTADE EM COPP D'AGUA PRA TIRAR DINHEIRO DA UNIAO. UM PAIS DESENVOLVIDO. COMO O BRASIL E TANTOS DESENCONTROS NAS INFORMACOES? É UM BAMDO DE AVE DE RAPINA QUESE ALIMENTA COM A DESGRACA DOS OUTROS.

Responder

35
4
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO