20.02.2016 | 13h50


GERAL / ECONOMIA FOI MENOR

Terminou o horário de verão; atrase seu relógio em 1 hora

Estado economizou 27.475,32 megawatts-hora, suficiente para atender Primavera do Leste por mais de dois meses ou Chapada dos Guimarães por 10 meses.



Encerrou-se a 0h00 deste domingo (21), o horário de verão. A partir de hoje todos devem atrasar o relógio em uma hora. A medida foi criada e implantada em alguns estados visando a economia de energia elétrica no horário de pico (18h às 21h). Em Mato Grosso a redução chegou 4,64%. Menor que o previsto. 

O índice é referente ao consumo em todo o estado, desde o dia 18 de oubro de 2015. De acordo com a Concessionária de Energia Elétrica, que atende a região, a Energisa, o resultado está dentro da meta do Operador Nacional do Sistema (ONS), que considera ideal uma redução de 5%. O horário de verão foi a´plicado em 10 estados do Brasil e no Distrito Federal. 

Conforme os dados analisados pelo Departamento de Operação da Energisa Mato Grosso, a queda da demanda verificada no Estado foi de 52,82 megawatts (MW) no horário de pico. O consumo de energia no Estado também apresentou redução dentro do esperado, que é de 0,5% a 1% em todo o país.

Nos 126 dias de horário de verão desta edição, o índice alcançado no Estado foi de 0,85%, o equivalente a uma economia de 27.475,32 megawatts-hora (MWh). Esse total é suficiente para atender Primavera do Leste por 2,4 meses ou Chapada dos Guimarães por 10 meses.

No Horário de Verão 2014/2015 Mato Grosso registrou, entre 19 de outubro de 2014 e 22 de fevereiro de 2015, uma redução de 4,81%

O horário de verão é uma determinação do Governo Federal e tem por objetivo a redução de demanda no horário de ponta, ou de maior consumo, que traz o aumento da segurança e da confiabilidade operacional do sistema elétrico nacional. Para isso, a o uso da luz natural é determinante. Como os relógios são adiantados em uma hora, é possível aproveitar a luminosidade natural para as atividades diárias. 

O gerente do Departamento de Operação, Sidney Tavares, pontua que o Horário de Verão existe há décadas e também é adotado por outros países, com resultados importantes para os sistemas elétricos. “É o momento em que o país faz um esforço conjunto em prol da otimização de recursos”, diz.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO