07.09.2015 | 13h02


GERAL / DESFILE DA INDEPENDÊNCIA

Taques assume postura 'tucana' e ressalta direito de ir às ruas manifestar

Mil pessoas, entre alunos da rede pública e das forças armadas, participaram da festa cívica.



Os 193 anos da Independência do Brasil foram comemorados pelos mato-grossenses com a realização do tradicional desfile cívico, na manhã desta segunda-feira, 7 de setembro.

O evento ocorreu em frente à Praça das Bandeiras, em Cuiabá, e marcou o encerramento da Semana da Pátria.

Aproximadamente mil pessoas desfilaram, entre alunos da rede pública de ensino e integrantes das forças de segurança do Estado.

O respeito à democracia foi destacado pelo governador de Mato Grosso, Pedro Taques, principalmente com relação ao direito de manifestação dos cidadãos.

“Independência, liberdade, movimento cívico, militar, o que mostra que o povo brasileiro, quer sair às ruas, para manifestar, na democracia temos que ouvir as posições contrárias”, disse o governador.

Em função do tempo seco e em atendimento ao pedido da Secretaria de Estado de Educação, a organização inverteu a ordem do desfile. Primeiro, os estudantes desfilaram e os membros das forças de segurança encerraram o evento.

O secretário adjunto de ações integradas da Secretaria de Estado de Segurança Pública, coronel Joelson Sampaio, frisou que o evento foi preparado por uma comissão para que a população pudesse comemorar este momento que marcou a história do país.

“Temos as escolas de Cuibá e Várzea Grande e as forças militares, fizemos este evento com muito carinho”, ressaltou.
Aos 14 anos de idade, Fernanda Costa de Oliveira participou do desfile pela primeira vez. A aluna da Escola Estadual Presidente Médici disse que é importante comemorar a independência do Brasil e que pretende desfilar nos próximos anos novamente.

“Foi muito legal, a primeira vez que desfilei”, comemorou.

A Independência do Brasil foi declarada por Dom Pedro I em 7 de setembro de 1822.

O fato marcou o fim do domínio português e a conquista da autonomia política.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO