08.01.2015 | 17h50


GERAL / ANACONDA URBANA

Sucuri gigante é encontrada no pátio da Unic Barão, em Cuiabá; veja fotos

Uma equipe do Corpo de Bombeiros fez a retirada do animal na tarde desta quinta-feira.


DA REDAÇÃO

O Corpo de Bombeiros resgatou no início da tarde desta quinta-feira (08) uma sucuri gigante, em frente à Universidade de Cuiabá, campus da Barão de Melgaço.

Conforme o Corpo de Bombeiros, uma chuva torrencial caiu nas proximidades dos bairros Cohab Nova, Cidade Alta e Coophamil, o que teria alagado um bueiro de onde o bicho saiu, assustando populares, que acionaram o resgate pelo 192.

Como a Universidade está em férias, não havia, no campus Unic-Barão, a movimentação de alunos e professores comuns em época de aulas.

A cobra não atacou ninguém.

A equipe de resgate não soube precisar o comprimento real e o peso do animal, que, depois de causar muito reboliço e exigir esforço físico, foi levado para o meio do mato, perto do rio Cuiabá – seu habitat natural.

A Assessoria de Imprensa da Unic informa que não é raro aparecerem sucuris e outras espécies de cobra no campus da Universidade próximo ao rio Cuiabá. Mas não há informações de ataques, somente tumulto.

De acordo com o Corpo de Bombeiros este temporal que atingiu parte de Cuiabá e Várzea Grande derrubou 13 árvores nas duas cidades, sendo duas delas sobre residências nos bairros Cohab Nova e Cidade Alta. A queda das árvores também não feriu ninguém, só provocou danos materiais.

A chuva causou ainda problemas na rede de energia, interrompendo o serviço durante toda a tarde nas proximidades da Unic Barão.  

internauta

Cobra unic

Sucuri foi encontrada no pátio da Unic

Cobra unic

Animal saiu de dentro de um bueiro

internauta

Cobra unic

Bombeiros tiveram trabalho para capturar o animal

internauta

Cobra unic

Bombeiros capturaram a cobra na tarde desta quinta-feira











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO