02.04.2020 | 16h39


GERAL / DURANTE PANDEMIA

Sindimed denuncia dispensa de médicos do pronto-atendimento de hospitais privados

Unidades afirmam que estão preparadas e equipadas para atender os casos de coronavírus


DA REDACÃO

O Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed) relatou que os hospitais privados, como o Santa Rosa e o São Mateus, estão dispensando médicos, lotados nos prontos-atendimentos das unidades, em meio à pandemia do cornavírus. 

“Quando se fala de saúde não é só a rede pública que tem que ficar de prontidão, que inclusive está contratando para suprir a demanda de casos suspeitos que tem aumentado assustadoramente. E a rede privada está dispensando médicos. Ora, eles esquecem que as pessoas que têm plano de saúde não vão para a rede pública e quando isso acontecer e os pronto-atendimentos ficarem lotados, um foco de transmissão do vírus aí sim vão tomar providências e chamar os profissionais médicos?”, questionou o diretor do Sindimed Adeildo Lucena.

O Hospital São Mateus negou ao que tenha dispensado funcionários. Afirma que ocorreu um remanejamento dos plantões devido ao baixo número de atendimento, e que seus médicos estão prontos para retornar às escalas caso seja necessário.

“As escalas serão alternadas, durante esse período. Ressaltamos que as mudanças são provisórias e serão constantemente reavaliadas. O São Mateus continua priorizando sempre o bom atendimento e a qualidade dos serviços prestados aos pacientes. O hospital tem como premissas zelar pela saúde da sociedade e manter em seu quadro os melhores profissionais. Acrescenta, ainda, que a unidade está completamente preparada e equipada para atender aos casos de Covid-19, assim como as demandas regulares, e que as alterações transitórias não causarão qualquer prejuízo ao atendimento”, informou. 

Já o Hospital Santa Rosa optou por não falar. A manifestação foi feita pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat), que afirmou que as empresas estão preparadas para atender a pandemia da Covid-19. A questão de dispensas não foi mencionada. 

“O Sindessmat reafirma o compromisso das unidades de saúde privadas de Mato Grosso em oferecer atendimento de excelência à população. E mais uma vez reforça que mantém pronto-atendimento com equipes preparadas, treinadas e capacitadas para atender a população cuiabana. Assim, a estrutura hoje é suficiente para atender as demandas e estamos acompanhando a evolução dos casos para adaptar à realidade, conforme ela irá se modificando”, disse em nota. 

Veja notas na íntegra: 

O Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat) esclarece que:

- Os hospitais citados asseguram que as unidades estão completamente preparadas e equipadas para atender aos casos de Covid-19, assim como as demandas regulares, e que as alterações transitórias de escalas de médicos, não causarão qualquer prejuízo ao atendimento. E conforme a demanda serão reavaliadas

- O sindicato que reúne todas as empresas que prestam serviços de saúde, incluindo os hospitais particulares de Mato Grosso se mantém a disposição da sociedade cuiabana e mato-grossense para juntos enfrentarmos esse momento inédito em nossa história, de forma a garantir que todos os esforços seguem no sentido de prestar a melhor assistência para a população. A entidade, inclusive faz parte do  COE – COVID 19, Comitê de operações Especiais coordenado pela Secretaria Estadual de Saúde para enfrentamento ao Coronavírus, contribuindo ativamente para que instituições público e privadas estejam alinhadas no combate à pandemia. 

- Ainda, o Sindessmat reafirma o compromisso das unidades de saúde privadas de Mato Grosso em oferecer atendimento de excelência à população. E mais uma vez reforça que mantém pronto atendimento com equipes preparadas, treinadas e capacitadas para atender a população cuiabana. Assim, a estrutura hoje é suficiente para atender as demandas e estamos acompanhando a evolução dos casos para adaptar à realidade, conforme ela irá se modificando.

 

Nota à imprensa - São Mateus

Em decorrência de uma considerável diminuição do fluxo de atendimentos aos pacientes neste período de pandemia do Covid-19 que se instalou a nível mundial, o Hospital São Mateus optou pela adoção de medidas emergenciais e provisórias que alteram o regime de escalas entre os profissionais. As escalas serão alternadas, durante esse período.

Ressaltamos que as mudanças são provisórias e serão constantemente reavaliadas. O São Mateus continua priorizando sempre o bom atendimento e a qualidade dos serviços prestados aos pacientes. O hospital tem como premissas zelar pela saúde da sociedade e manter em seu quadro os melhores profissionais. Acrescenta, ainda, que a unidade está completamente preparada e equipada para atender aos casos de Covid-19, assim como as demandas regulares, e que as alterações transitórias não causarão qualquer prejuízo ao atendimento. Finaliza, reafirmando seu compromisso em levar atendimento de excelência à população.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO