10.01.2015 | 14h00


GERAL / CONSUMIDOR LESADO

Serviços de água e esgoto, luz e telefonia lideram ranking de reclamações

Procon divulga balanço do que mais fez as pessoas registrarem denúncia em 2014



A maioria dos mato-grossenses que recorreram ao Procon em 2014 foram levados por críticas aos serviços básicos, principalmente de água e esgoto. Mais de 3 mil moradores (3.539) tiveram problemas que não conseguiram resolver junto às empresas responsáveis por este serviço. Outras 1.691 pessoas reclamaram do fornecimento de energia e 2.498 da telefonia fixa e móvel.

Foram ao todo 21.358 procedimentos e os dados constam no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec).

O Procon está disponibilizando uma nova ferramenta de atendimento on line, através do Consumidor.gov.br. Assim as pessoas que se sentirem lesadas podem falar virtualmente com as empresas participantes que se comprometeram a receber, analisar e responder as reclamações de seus consumidores em até 10 dias.

As reclamações de quem comprou produtos ficaram em segundo lugar (4.521). Os produtos que deram mais problemas aos consumidores, conforme os dados do Procon, foram telefone, eletroeletrônicos importados, móveis para quarto, geladeiras e freezer, além de micro computadores e produtos de informática.

Em terceiro lugar ficaram as reclamações do setor financeiro, como procedimentos administrativos dos bancos, problemas com cartão de crédito, cartão de loja e outros contratos. 

Também deram problemas serviços privados que levaram 3.103 pessoas a registrar reclamações, sendo 741 para TV por assinatura, 377 para Estabelecimento Comercial (supermercado, loja, padaria, locadora, frutaria etc.), 339 para Escola (Pré, 1º, 2º Graus e Superior), 328 para Informática e 243 registros para Hospedagem.

O setor de Alimentos registrou 370 reclamações no Procon-MT, ocupando assim o quinto lugar do ranking. Foram 138 atendimentos na categoria bares, docerias, choperias, casas noturnas e afins, 122 em restaurante e fast foods , 17 para bolacha, biscoito, petisco, 16 para bebidas alcoólicas e 12 registros para café.

O sexto lugar é ocupado pelo setor de Habitação com 308 reclamações, sendo contabilizados 194 procedimentos para a categoria Incorporação, 75 para Condomínio, 27 para Loteamento, 9 para Locação e 2 para Seguros.

Em sétimo e último lugar ficou a área de Saúde com 243 registros durante o ano de 2014, sendo 113 para plano de saúde, 29 hospitais e clínicas, 23 para convênio de assistência médica  e odontológica, 18 para plano odontológico. Cinco pessoas também reclamaram de óticas.

O Procon Estadual é um órgão vinculado à Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Para mais Informações, procure o Procon-MT pelos telefones 151 ou 3613-8500. E para formalizar reclamações, o órgão atende em sua sede estadual na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 917, Edifício Eldorado Executive Center – Bairro Araés, das 08h às 18 horas e no Posto de Atendimento do Ganha Tempo, de segunda a sexta-feira das 07h30 às 18h30 e aos sábados das 07h30 às 12 horas.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO