20.02.2020 | 11h02


GERAL / CONFUSÃO EM BLITZ

Semob e Sesp culpam locadoras por documentos irregulares de viaturas

Um dia após a confusão em blitz, agentes da Semob agrediram uma equipe da TV Cidade Verde que investigava o caso


DA REDAÇÃO

A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) e a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) culparam as locadoras das viaturas por irregularidades nos documentos de veículos oficias.

O posicionamento das instituições se refere à confusão que aconteceu na quarta-feira (19), após a Semob guinchar uma viatura descaracterizada da Polícia Civil. Acontece que os policiais também verificaram que o carro dos agentes de trânsito estava irregular.

Ainda na manhã desta quinta-feira (19), agentes de trânsito agrediram uma equipe de reportagem da TV Cidade Verde que investigava o caso. Um cinegrafista ficou sangrando.

Leia mais: Diretor da Semob e amarelinhos agridem equipe da TV Cidade Verde

O que dizem as secretarias

A Semob afirmou, em nota, que a blitz era feita em parceria com o Detran e A Polícia Militar. Afirmou que a ação aconteceu dentro da legalidade. Em relação à própria viatura com documento atrasado afirmou que “foi constatado que o CRLV não foi retirado, embora estivesse pago” e que acionará a empresa responsável pela locação.

A Sesp disse que a viatura da Polícia Civil, que estava descaracterizada, estava irregular por possuir multas em processo de recurso.

Veja o posicionamento das duas secretarias na íntegra

SEMOB

A respeito da situação registrada na quarta-feira (19) a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informa que:

- Uma viatura descaracterizada da Polícia Civil foi abordada durante Blitz realizada em Parceria com o Detran e a Polícia Militar (PM).

- A ação correu dentro da legalidade, amparada pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

- Com relação aos documentos da viatura da Semob, foi constatado que o CRLV não foi retirado, embora estivesse pago.

- Diante da situação, a Pasta acionará a empresa responsável pela locação das viaturas e reforçará a fiscalização do setor sobre as documentações, para evitar que equívocos do  tipo se repitam.

- Todas as medidas necessárias para a regularização das viaturas serão adotadas.

SESP

A secretaria-adjunta de Administração Sistêmica da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) está tomando providências, juntamente com a empresa locadora de veículos, para a regularização do documento. A irregularidade decorre do fato de o veículo possuir multas, cujos recursos ainda estão em andamento, para responsabilização dos condutores que cometeram as infrações.











(5) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Marcelo - Pagador de impostos  23.02.20 19h03
Se os veículos estão irregular, significa que não tem servidor cumprindo com seu papel, o qual ganha bem para fazer isso. Cade os vereadores de Cuiabá, cade o Ministério Público e outros órgãos fiscalizadores, estão fazendo oque?

Responder

0
0
olho vivo  21.02.20 15h02
transferindo responsabilidades a terceiros?? falta de vergonha na cara dos dirigentes, isso sim. a obrigação de fiscalizar o contrato é da administração pública... esses contratos de locação são, normalmente, cheios de vícios. Lei 8666/93 Art. 66. O contrato deverá ser executado fielmente pelas partes, de acordo com as cláusulas avençadas e as normas desta Lei, respondendo cada uma pelas conseqüências de sua inexecução total ou parcial. Art. 66-A. As empresas enquadradas no inciso V do § 2o e no inciso II do § 5o do art. 3o desta Lei deverão cumprir, durante todo o período de execução do contrato, a reserva de cargos prevista em lei para pessoa com deficiência ou para reabilitado da Previdência Social, bem como as regras de acessibilidade previstas na legislação. Parágrafo único. Cabe à administração fiscalizar o cumprimento dos requisitos de acessibilidade nos serviços e nos ambientes de trabalho. Art. 67. A execução do contrato deverá ser acompanhada e fiscalizada por um representante da Administração especialmente designado, permitida a contratação de terceiros para assisti-lo e subsidiá-lo de informações pertinentes a essa atribuição. § 1o O representante da Administração anotará em registro próprio todas as ocorrências relacionadas com a execução do contrato, determinando o que for necessário à regularização das faltas ou defeitos observados. § 2o As decisões e providências que ultrapassarem a competência do representante deverão ser solicitadas a seus superiores em tempo hábil para a adoção das medidas convenientes.O fiscal tem o dever de verificar a documentação mensalmente e expedir relatorio conclusivo. se o gestou pagou a mensalidade sem o relatorio do fiscal, os dois cometeram improbidade.

Responder

2
0
walter liz  20.02.20 13h39
quem administra essas secretarias, quem seria o responsavel por este controle ?

Responder

9
0
João Campos   20.02.20 13h32
Na realidade estão usando o velho jargão. "" FAÇA O QUE EU MANDE E NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO."". Estão dando muitas autoridades para esses agentes de trânsito. Que não sabem controlar nada . Só sabem multar e acharem que são "" PMs"". Quanto a veículos da SESP, existem pessoas responsáveis para verificarem a regularidades deles. Ou seja , as irregularidades são antigas nas instituições.

Responder

9
0
alexandre  20.02.20 11h48
a culpa é sempre dos outros, ninguem olha nada, só sabem cobrar dos outros...

Responder

11
0
MARCO  20.02.20 12h44
Eles nunca estão errados, só querem ferrar o povo, o problema é que entra um, sai outro e as coisas não mudam...Dificil acreditar nesse povo.

Responder

6
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO