15.02.2020 | 16h10


GERAL / NÃO SABIA NADAR

Rapaz de 19 anos pula no Rio Cuiabá para fugir da polícia e morre afogado

A.F. estaria nas proximidades do rio usando drogas com mais dois amigos, quando a PM teria chegado atirando na região do bairro Praeiro


DA REDAÇÃO

Um rapaz de 19 anos, identificado como A.F., foi encontrado morto na manhã deste sábado (15), vítima de afogamento, após pular no Rio Cuiabá, na noite dessa sexta-feira (14) para fugir de uma abordagem da Polícia Militar (PM), na região do bairro Praeiro, na Capital, onde a vítima estaria usando drogas com mais dois amigos.

De acordo com uma testemunha, os três rapazes estavam nas proximidades do rio, quando uma equipe da PM chegou atirando para o alto por volta das 22h.

Para tentar escapar da polícia e não serem pegos em flagrante com as drogas, os rapazes pularam na água.

Ainda segundo a testemunha, um deles conseguiu sair do rio a nado, sozinho. Outro foi ajudado por um pescador que passou de barco e o salvou.

A.F., que não sabia nadar, não foi encontrado após a confusão e estava desaparecido desde então, até seu corpo ser encontrado por volta das 10h deste sábado.

Uma equipe da Polícia Militar atendeu a ocorrência, isolou a área e acionou os órgãos competentes para dar andamento na ocorrência.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a retirada do cadáver de dentro do rio.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) compareceu ao local para analisar as condições em que o corpo foi resgatado e apurar se o rapaz poderia ter sido vítima de violência.

Uma das versões de populares durante a noite é de que A.F. poderia ter sido atingido por um dos tiros da PM, mas essa hipótese foi descartada após o cadáver ter sido resgatado sem marcas de tiro.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia que vai confirmar, ou não, a morte por asfixia mecânica.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso e apura todos os fatos.

Outro lado

Em nota, a Polícia Militar informa que a Corregedoria vai instaurar procedimento investigatório para apurar a ação de abordagem feita por policiais militares no bairro Praeirinho, em Cuiabá, na noite desta sexta-feira(14). Informa que a apuração visa esclarecer as circunstâncias da ocorrência.

A instituição militar lamenta a morte do jovem, de 19 anos, que teria se atirado no rio Cuiabá ao perceber a aproximação da equipe policial no intuído de abordá-lo, atitude que o levou à morte por afogamento. 

A PM lembra que abordagem, revista pessoal e a pesquisa do nome daqueles que estão sendo abordados junto aos sistemas judiciais e de segurança são procedimentos padrões na atividade policiais e estão entre as atribuições da instituição militar. A contrapartida esperada do cidadão é que acate a ordem de parada para abordagem mesmo porque quando não há comprovação de crime, porte de produto ilícito e/ou determinação judicial para prisão a liberação é imediata.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO