21.09.2019 | 17h00


COMBATE À DEPRESSÃO

Psicóloga cria grupo de terapia para ajudar mulheres de baixa renda

Aline Emanuele Bispo dos Santos há um ano criou o grupo de terapia: Mulheres Que Olham Para Si, com o objetivo de oferecer tratamento para as mulheres que não têm condições financeiras para pagar.


DA REDAÇÃO

No nono mês do ano, é vivida a Campanha Setembro Amarelo, uma iniciativa da Organização Mundial Saúde (OMS), que busca combater e prevenir o suicídio e conscientizar sobre a saúde mental. 

Comunidades e profissionais, preocupados com o bem-estar da sociedade, têm criado grupos e projetos de terapia para tratar a população. A psicóloga Aline Emanuele Bispo dos Santos há um ano criou o grupo de terapia: Mulheres Que Olham Para Si, com o objetivo de oferecer tratamento para as mulheres que não têm condições financeiras para pagar.

"Decidi montar esse grupo de terapia, como um lugar acolhedor, para que elas pudessem trabalhar o que lhe causa sofrimento", conta Aline.

Nos encontros são trabalhados o autoconhecimento e o autocrescimento, por meio de dinâmicas, teoria, indicações de livros, de acordo com o tema escolhido pelas integrantes.

"Decidi montar esse grupo de terapia, como um lugar acolhedor, para que elas pudessem trabalhar o que lhe causa sofrimento", conta Aline.

Segundo a psicóloga, os benefícios de participar dos encontros é a possibilidade de reduzir a solidão, construir novas estratégias para lidar com os problemas, ter um espaço seguro para se expressar e ajuda com a relação interpessoal e com si própria, de forma saudável.

Encontro

As reuniões são mensais, e têm a duração de duas horas. Cada encontro recebe um número limitado de mulheres, sendo o máximo de 20 e têm o custo de R$ 35.

RepórterMT/Reprodução

WhatsApp Image 2019-09-16 at 15.17.49.jpeg

A psicóloga Aline Emanuele, fundadora e responsável pelo grupo.

Atualmente, o grupo acontece em dois lugares: em uma sala na igreja São Mateus, no bairro Jardim Imperial e em uma sala da Paróquia Coração Imaculado de Maria, no bairro CPA 4.  Para mais informações, entre em contado no telefone: (65) 9 9902-2024.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO