05.06.2020 | 16h52


GERAL / MORTO NA QUARTA-FEIRA

Primeiro exame de Adriano Silva dá negativo para covid; família aguarda contraprova

O presidente da Fapemat morreu na última quarta-feira, em Cuiabá, após sofrer quatro paradas cardíacas durante internação por suspeita de covid-19


DA REDAÇÃO

O primeiro exame do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat) e suplente de deputado federal, Adriano Silva, 49 anos, deu negativo para covid-19. Ele faleceu na última quarta-feira, em Cuiabá, após sofrer quatro paradas cardíacas. 

O exame foi feito na terça-feira (03) quando Adriano ainda estava internado no Hospital São Luiz, em Cáceres (219 km de Cuiabá). O resultado saiu somente nesta sexta-feira (05).

No entanto, a família aguarda outro exame feito em Cuiabá no dia da morte do então presidente da Fapemat. Ainda não há data para a divulgação do exame de contraprova.

Adriano era casado e tinha três filhos. Os familiares não puderam realizar velório devido à suspeita de ele ter contraído coronavírus.

Morte

Adriano Aparecido Silva morreu na Clínica Femina, em Cuiabá. O então presidente da Fapemat astava internado desde segunda-feira (01) em Cáceres, após ter uma parada cardiorrespiratória foi transferido, em UTI aérea, para Cuiabá. De acordo com o governo do Estado, Adriano sofreu 2 paradas cardiorrespiratórias durante a transferência - em Cáceres foram duas-  e morreu no hospital da Capital. Adriano era hipertenso, fazendo parte do grupo de risco para a covid-19.

Adriano Silva já foi deputado estadual e reitor da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO