03.11.2019 | 14h10


INTERDIÇÃO DA AV. DAS TORRES

Prefeito pede compreensão: 'Não se faz omelete sem quebrar os ovos'

Avenida foi interditada para a construção das vigas que darão suporte ao Viaduto Juca do Guaraná e a situação tem complicado o trânsito na região.


DA REDAÇÃO

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB) pediu a compreensão dos motoristas, que trafegam pela Avenida das Torres, devido às interdições que ocorrem no local para a construção do viaduto José Maria Barbosa - Juca do Guaraná.

Emanuel argumentou que a interdição vai durar poucos meses e destacou que a medida é necessária para a segurança dos trabalhadores e da própria população. A previsão é entregar a obra no dia 8 de abril de 2020, no aniversário de 301 anos da Capital.

“Não se faz omelete sem quebrar os ovos. Minha determinação é causar o menor transtorno possível à população de uma forma geral, mas peço a compreensão da população porque serão poucos meses de mudança. Causa um pouco de perturbação, mas é para uma obra permanente, que vai melhorar muito o direito de ir e vir e a mobilidade urbana”, disse durante visita da imprensa no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na última semana.

“Não se faz omelete sem quebrar os ovos. Minha determinação é causar o menor transtorno possível à população de uma forma geral, mas peço a compreensão da população porque serão poucos meses de mudança".

A prefeitura iniciou, na última semana, a interdição das vias que ligam a Avenida Dante Martins de Oliveira com o Bairro Santa Cruz e com a Avenida Arquimedes Pereira Lima. A medida tem causado bastante lentidão no local, que já enfrentava problemas com engarrafamento.

"Causa um pouco de perturbação, mas é para uma obra permanente, que vai melhorar muito o direito de ir e vir e a mobilidade urbana”.

O viaduto Juca do Guaraná terá 200 metros de comprimento, 18 metros de largura e é construído entre o entroncamento com a Avenida Érico Preza, a Avenida Itália. O custo da obra é de R$ 16,3 milhões.

O prefeito disse que vai começar nas próximas semanas a construção do viaduto da Avenida Beira Rio, que chamará viaduto Murilo Domingos.

“Tão logo avance ali, daqui a poucas semanas já vão todos os maquinários transferidos para o Viaduto Murilo Domingos, ali na Avenida Beira Rio, cuja previsão de entrega é em maio, junho do ano que vem”, comentou.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO