27.03.2015 | 11h37


GERAL / POR DNA

Politec identifica as cinco vítimas de acidente de ônibus e carreta

A tragédia ocorrida há 10 dias, aconteceu na BR – 364, no quilômetro 483, no trecho entre as cidades de Jangada e Várzea Grande.


DA REDAÇÃO

A Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) informou ao RepórterMT que já identificou, nesta semana, as cinco pessoas que morreram carbonizadas na explosão entre um ônibus e uma carreta carregada de algodão. Além das mortes, 35 passageiros ficaram feridos. A tragédia ocorrida há 10 dias, aconteceu na BR – 364, no quilômetro 483, no trecho entre as cidades de Jangada e Várzea Grande.

Segundo informações da Politec, as vítimas são: Nair Lemos, Valdeci Siqueira Amorim, Célio Bueno da Silva, Marcos Bubola e Flávio José Barbosa. Os restos mortais já foram liberados para os respectivos familiares realizar o velório e sepultamento.

Em entrevista ao RepórterMT, o perito Heitor Dutra Simões destacou que as vítimas foram identificadas por meio de exames de DNA. Sendo que ao menos dois familiares tiveram que ir a Politec para doar o material genético delas. Com isso, foi possível comparar os dois genes e identificar os mortos.

“No local da tragédia foi possível coletar amostras de sangue preservadas no interior dos corpos. Isso facilitou a identificação das vítimas. Caso contrário, o exame seria mais custoso e demoraria mais dias para sair os resultados”, destacou.

JangadaMT

tragedia

Impacto da colisão fez com que veículos explodissem.


A TRAGÉDIA

 

A tragédia aconteceu por volta das 17h30 quando o ônibus que seguia sentido Jangada bateu de frente com a carreta.  Com a força da colisão houve uma explosão.

35 passageiros dos ônibus foram socorridos por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e o Corpo de Bombeiros.

Com os destroços espalhados na pista, o trecho teve que ser interditado até a madrugada do dia 18.

O caso está investigado pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Delatran) da Capital. Um laudo que deve apontar as causas da colisão está sendo feito pela Politec e deve ficar pronto daqui 20 dias.

Reprodução TVCA

tragedia

O caso está investigado pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Delatran) da Capital. Um laudo que deve apontar as causas da colisão está sendo feito pela Politec e deve ficar pronto daqui 20 dias.

 

 

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO