30.05.2020 | 08h25


GERAL / RETORNO AO TRABALHO

Pelo menos 63 trabalhadores de fábricas testam positivo para covid em MT

Os casos foram confirmados no frigorífico Marfrig, na fábrica de refrigerantes Coca-Cola e na mineradora Nexa.


DA REDAÇÃO

Pelo menos 63 funcionários da Indústria de Mato Grosso testaram positivo para covid-19, após a volta das atividades nas empresas. Os casos até o momento a publicação da reportagem, ocorreram nas empresas Marfrig, Coca-Cola (Grupo Solar), e Nexa.

Vale lembrar, que o primeiro caso confirmado de coronavírus no Estado, foi justamente de um diretor do Grupo Solar, localizada em Várzea Grande. No total, são seis infectados na indústria de bebidas.

Já o maior número de casos foi contabilizado pela mineradora Nexa, que teve 32 funcionários com resultado positivos para Sars-cov-2. Os trabalhadores prestam serviço para Construcap, empresa contratada pela Nexa em Aripuanã (1.002 km da Capital) para construção de uma planta do grupo.

O frigorífico Marfrig, que fica em Várzea Grande, teve 25 colaboradores infectados pelo coronavírus. Inclusive, a 6ª morte por covid-19 foi de uma funcionária da empresa, sendo Maria dos Santos, de 38 anos. Ela era obesa, tinha hipertensão e diabetes, o que dificultou sua luta contra a doença.  

A indústria voltou a funcionar no dia 11 maio, após um decreto municipal assinado pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB). As empresas devem seguir medidas rigorosas de saúde para proteger funcionários e consumidores, no entanto, os casos vêm crescendo nessa área. 

Colaboradores da Marfrig e da Coca-Cola fizeram denúncias sobre práticas de falta de higiene nos locais de trabalho e, retenção de informações sobre a contaminação de coronavírus nas fábricas. As empresas negam e dizem que adotam todas as medidas determinadas pelo Ministério da Saúde.

Leia mais

Fábrica da Coca-Cola de VG tem cinco funcionários com covid-19

Funcionários denunciam uso de máscaras sujas e barata em refeitório da Marfrig

 

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO