22.12.2014 | 16h06


GERAL / NAS ALTURAS

Passagens aéreas em MT estão quase esgotadas e caras para todos os destinos

Agentes de viagem avisam que o melhor mesmo é começar a garantir um lugar nos voos já em julho


DA REDAÇÃO

Estão praticamente esgotadas as passagens aéreas para os dias próximos ao Natal e Réveillon, com saída do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. As vagas ainda disponíveis, que são poucas, estão superfaturadas.

A agente de viagem Silbene Fortunato informa que o trecho de Cuiabá a São Paulo está girando em torno de R$ 1.500,00. As outras duas saídas possíveis são até Brasília, seguindo para outros aeroportos do país, e até Manaus, mas nesse caso somente para quem quer ir aos Estados Unidos e outras localidades ao norte no mapa das Américas.

“Uma mulher precisou ir a Brasília, não para passear, mas resolver coisas e teve que pagar R$ 1.200, quando a gente sabe que é possível encontrar tarifas para esse trecho bem baratas em outras épocas do ano”, comenta a agente Silbene.

Segundo ela, as operadoras têm aberto algumas poucas vagas de bloqueio. São cadeiras previamente guardadas e que, de quatro a cinco, são liberadas nessa hora de pico.

Os pacotes de viagens turísticas estão também praticamente esgotados. “Ainda tem alguma coisa para o Nordeste, mas também bem mais caro”, diz a agente. Para um casal ir passar o Réveillon em Fortaleza, por exemplo, o pacto com passagem de ida e volta, hospedagem em hotel sofisticado, com show de primeira, está saindo por R$ 14 mil. Esse valor, fora de temporada, cai para R$ 5 mil e até R$ 3 mil.

Os resorts mais procurados atualmente ficam na Bahia, com apelo de belas praias, e em Santa Catarina, mais voltados para o clima frio ou ameno, dependendo da época do ano, no estilo de chalés.

Passagens para Nova Iorque e Londres, capitais que têm muita tradição natalina e neve nesta época do ano, está saindo por em torno de 6 a 7 mil por pessoa, ida e volta. Fora de temporada, esse valor cai para R$ 3 mil.

A agente Silbene orienta as pessoas a comprarem passagens e pacotes já em julho para viajar no final do ano por um bom preço e sem o risco de não encontrar lugar nos voos.

Quatro empresas atuam, com voos interestaduais, no Aeroporto Marechal Rondon. Gol, TAM, Azul e Avianca.  Pela Gol, para São Paulo, no dia 22 de dezembro, a venda está indisponível, a qualquer preço. Esgotou. O mesmo trecho pela TAM, no dia 20, está na mesma situação. No dia 23, tem um voo disponível por R$ 3.092. A Avianca está cobrando cerca de R$ 900 e a Azul em torno de mil. Mas é bom conferir as nuances dos preços nos sites das empresas aéreas.

Pelo chão

Quem não quiser pagar tão caro, a saída é na Rodoviária de Cuiabá, de ônibus.

Para esses dois trechos, ainda tem bastante passagem, apesar da procura estar aumentando, conforme bilheteiros que conversaram com o Repórter MT.

Renato Martins, da Viação Andorinha, informa que a passagem de Cuiabá a São Paulo dura 26 horas e custa R$ 290. “Eu ouço bastante reclamação das pessoas que estão vindo aqui do preço das passagens aéreas e agora está aumentando a procura por terra por causa disso”, avisa. 

O bilheteiro Cláudio Henrique, do Expresso São Luiz, diz que a empresa está aberta no guichê da Rodoviária 24 horas por dia. Ele também confirma que a procura está aumentando bastante. O trecho entre Cuiabá a Brasília, pela São Luiz, por terra custa R$ 184 e dura 20 horas.

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO