22.01.2020 | 07h40


BALEADA POR PMs

Namorado de mulher que levou tiro na cabeça se revolta; 'Estavam totalmente embriagados'

Elizangela Moraes estava sentada em um banco quando policiais passaram e atiraram. Dois foram presos.


DA REDAÇÃO

Osvaldo Pereira Gomes Netos, namorado de Elizangela Moraes, de 44 anos, afirmou que os policiais militares que atiraram contra a mulher estavam bêbados. Declarou ainda que não tem passagens pela polícia e que ela é mãe de família.

Elizangela está internada no Hospital Regional de Sorriso (400 km da Capital), desde a sexta-feira (17), quando foi atingida por dois tiros, um na cabeça e outro no pescoço.

Os autores dos disparos seriam os policiais militares Ezio Sousa Dias e Webert Batista Ribeiro, que estão presos desde a data do crime.

"Eles estavam totalmente embriagados, possivelmente até drogados. Não disseram nada para mim. Não tenho nenhuma passagem na polícia e ela é uma mãe de família", contou à TV Centro América, afiliada da TV Globo.

Osvaldo é o homem que parece no vídeo, ao lado da mulher, no momento da ação criminosa dos PMs.

Um vídeo publicado em primeira mão pelo , dois dias após o crime, desmente a versão inicial do boletim e ocorrência de que a vítima estava passando pela rua, quando houve confusão em um bar envolvendo os soldados que atiraram e, acidetalmente, acertaram a mulher. Veja aqui

O casal estava sentado em um banco na rua, quando os militares passaram a pé e atiraram em Elizangela.

A vítima segue internada e seu estado de saúde é grave.

O caso é investigado pela Corregedoria da Polícia Militar e pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

Ezio e Webert tiveram as armas recolhidas e podem ser expulsos da PM.




 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO