13.07.2020 | 09h18


GERAL / SUPOSTO ATAQUE DE SERPENTE

Mulher é encontrada morta em estrada com marcas de picada na mão

Marido da vítima disse que deixou esposa no lago para pescar e depois recebeu a ligação de um conhecido informado que encontrou Marlene morta na estrada


DA REDAÇÃO

Uma mulher de 48 anos, identificada como Marlene Canute, foi encontrada morta durante a tarde desse domingo (12) nas proximidades de uma lagoa na região da Estrada da Naci, em Sinop (500 km da Capital).

A suspeita inicial é que a mulher tenha sido atacada por uma cobra, já que tinha duas pequenas perfurações na mão similares à picada de serpente.

De acordo com a ocorrência, o marido da vítima, encontrado em casa no bairro Boa Esperança, relatou que tinha levado a mulher para a região do lago para pescar, como era rotina do casal todos os domingos, porém, neste ele deixou a esposa no local, voltou para a cidade para resolver uns ‘problemas’ e voltaria depois para buscar Marlene.

No entanto, à tarde recebeu uma ligação de um ‘conhecido’ que teria encontrado Marlene caída na estrada, desacordada.

O homem teria comunicado o fato à Polícia Militar (PM) e a guarnição se deslocou à região apontada pela testemunha. Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros também foi acionada para prestar socorro à vítima, mas apenas constatou a morte de Marlene.

Após a confirmação do óbito, os militares comunicaram o fato à Polícia Civil e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), responsáveis pelos procedimentos no andamento da ocorrência.

Os peritos analisaram as condições em que o corpo foi encontrado, teriam verificado a suposta marca de picada de cobra e ainda periciado a região para colher evidências que apontem as circunstâncias da morte da mulher.

Em seguida, o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia que vai determinar a causa clínica da morte.

Os policiais civis acompanharam os trabalhos da perícia, conversaram com o homem que encontrou o corpo, com o marido e agora aguardam informações do laudo da perícia, com a confirmação da causa da morte, que dará base às investigações e conclusão do caso.

A ocorrência foi registrada, inicialmente, como ‘morte a esclarecer sem indícios de crime’.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO